Louboutin e Yves Saint-Laurent em guerra de sapatos

Author: Share:

O estilista Christian Louboutin processou o gigante francês do luxo Yves Saint-Laurent por “violação de marca comercial”, ao pintar de vermelho as solas dos sapatos que fabrica.

A sola vermelha existe desde 1992, é uma marca registada nos Estados Unidos desde 2008 e permite reconhecer imediatamente as criações do estilista francês Christian Louboutin . Por isso mesmo, quando começaram a aparecer nas lojas YSL de Manhattan sapatos com a sola pintada de vermelho, Louboutin decidiu processar o seu rival, Yvez Saint-Laurent .

Um juiz de Nova Iorque deve agora determinar se os sapatos femininos com sola vermelha são propriedade de Louboutin ou não. O estilista francês alega “violação de marca comercial” e “competição desleal”, e pede que sejam imediatamente retirados das lojas YSL os sapatos em questão.

Harley Lewin, um dos advogados de Louboutin, explicou que “a sola YSL é simplesmente uma falsificação. Os sapatos são praticamente idênticos à da marca Louboutin e podem causar confusão ao cliente”, acrescentando que a empresa exige ainda 1 milhão de dólares de indemnização por danos morais (cerca de 700 mil euros). A direção da YSL preferiu não comentar o caso.

Apesar de o “toque vermelho” nos sapatos não ser de todo uma novidade – Luís XIV usava saltos vermelhos e os papas calçam desde sempre sapatos vermelhos, uma tradição que remete à Roma Antiga – a verdade é que os sapatos com sola vermelha são hoje a marca distintiva do designer francês Christian Louboutin.

De Oprah Winfrey a Carolina do Mónaco, de Jennifer Lopez a Sarah Jessica Parker ou Penélope Cruz, todas calçam Louboutin. O renome da marca e da sola vermelha é tal que, em 2009, a empresa assinou um contrato de um ano com a Mattel, fabricante da Barbie, uma vez que três modelos da boneca produzidos naquele ano calçavam sapatos de sola vermelha.

Pub

Informação relacionada