Concurso para um Espaço Cultural / de Lazer ou Concept Store

Author: Share:

Após o lançamento de um concurso para concessão de cinco estabelecimentos de restauração e bebidas, o Turismo de Lisboa acaba de lançar um novo concurso público para a concessão da exploração de um equipamento cultural e de lazer ou uma concept store localizado na Ala Nascente do Terreiro do Paço, no prosseguimento do seu projecto de reabilitação e dinamização desta zona nobre da cidade. O equipamento a concessionar, com esplanada para o Terreiro do Paço, inclui também uma cafetaria.

O espaço a concessionar poderá destinar-se a um equipamento cultural como uma livraria/galeria/multimédia ou outro equipamento de lazer, podendo também ser uma concept store, representativa de uma marca que pretenda surpreender os consumidores de forma inspiradora, proporcionando-lhes momentos inesquecíveis, através de experiências sensoriais, incluindo arquitectura diferenciada, decoração exclusiva e bom atendimento.

Em qualquer caso, o equipamento deverá ser susceptível de atrair públicos consideráveis, designadamente jovens, e funcionar durante o dia.

Os interessados em concorrer a este concurso público deverão apresentar as suas propostas em carta fechada até às 18h00 do dia 30 de Setembro, na sede do Turismo de Lisboa, na Rua do Arsenal, n.º 23, em Lisboa, onde se encontra disponível o caderno de encargos, assim como outra documentação de interesse.  projecto de reabilitação da Ala Nascente, desenvolvido em colaboração com a Câmara Municipal de Lisboa e a Sociedade Frente Tejo, junta-se ao já realizado pelo Turismo de Lisboa no Pátio da Galé, na Ala Poente do Terreiro do Paço, e tem por objectivo dinamizar e devolver esta praça às pessoas, tornando-a num ponto de encontro na capital portuguesa.

A metodologia de trabalho a seguir é semelhante à levada a cabo no Pátio da Galé, constituindo, no seu conjunto, uma oportunidade para olhar o Terreiro do Paço de forma integrada, em sintonia com o Plano Estratégico para o Turismo de Lisboa 2011-2014, o TLx14, no que concerne ao desenvolvimento do potencial turístico da Frente Ribeirinha da Baixa Pombalina.

Pub

Informação relacionada