Música e Arte Chinesa em destaque no Museu do Oriente

Author: Share:

O Museu do Oriente acolhe a exposição ”Olhem para nós! A Nova Geração de Jovens Artistas Chineses”. Em colaboração com a China International Culture Association, o Museu do Oriente recebe, de 30 Setembro a 30 Outubro, uma exposição que apresenta várias obras de jovens artistas da China, nas áreas da pintura a óleo, escultura, fotografia, vídeo e instalação.

A mostra reflecte a forma como a nova geração lida com as rápidas alterações sociais, tentando explorar os novos horizontes e respondendo à sociedade actual. A estratégia na base dos trabalhos revela autodeterminação, auto-exploração e outros estados de criação que dificilmente poderemos explicar através do entendimento da arte teórica tradicional.

Carlos “Zíngaro” e Luo Chao-Yun sobem ao palco do Auditório do Museu do Oriente no dia 23 Setembro para um espectáculo único. A chinesa Luo Chao-Yun, que toca pipa, e o português Carlos “Zíngaro”, violinista, encontram-se pela primeira vez para uma actuação onde a improvisação é a palavra-chave. Luo Chao-Yun é muito elogiada pela crítica pela forma como transforma o alaúde chinês (pipa) numa verdadeira orquestra, tal é a quantidade de recursos que aplica e o virtuosismo da sua execução. O violinista português Carlos “Zíngaro” é uma das mais importantes figuras da cena internacional da música improvisada. Com estudos clássicos que incluem o órgão de igreja, Carlos “Zíngaro” foi um pioneiro do free jazz, rock psicadélico e electrónica live em Portugal.

A dança moderna também estará no Museu do Oriente, a 8 de Setembro, com o espectáculo La Place Mysterieuse da companhia de dança Mademoiselle Cinema. La Place Mysterieuse conta uma história, passada no interior de uma casa onde fragmentos de memórias são revisitados. O ponto de partida é o ano de 1989, o ano da queda do Muro de Berlim. As bailarinas pertencem a diferentes gerações e são originárias de diferentes cidades e países, e cada uma delas desempenha o seu papel de residente na casa à medida que vão seguindo a história da vida de uma mulher num país estrangeiro e longe do seu país de origem.

De 16 a 18 Setembro, o Museu do Oriente recebe o evento Anipop Kyuu-ti, cujo objectivo é a divulgação da cultura de animação japonesa. A 9.ª edição do evento Anipop apresenta o melhor da cultura pop e tradicional do Japão e inclui ainda a exibição de anime, artes marciais, e o Campeonato Nacional de Cosplay. O evento recebe o concerto do cantor rock japonês HITT, no dia 17, que irá apresentar o novo álbum Because It’s Love.

Os cursos e actividades educativas estão também em destaque no mês de Setembro. A actividade “Domingos em Família” propõe um desafio “Dos pés à cabeça”. Esta oficina de representação e expressão corporal decorre nos dias 4 e 18 de Setembro e convida pais e filhos a revelarem novas facetas e criarem personagens através de assessórios. “À mão de Semear” é a proposta da actividade “Sábados em Oficinas”, que decorre entre 10 e 24 de Setembro. Os participantes podem ficar a conhecer ervas aromáticas exóticas ou mais familiares e levá-las para casa num vaso personalizado. De 28 a 30 Setembro decorre uma oficina de batik, uma arte milenar que permanece contemporânea. Aprender os princípios do Feng Shui e pô-los em prática na decoração é a proposta do workshop que decorre a 29 Setembro.

Em Setembro, o Museu do Oriente acolhe ainda o VI Encontro de Museus de Países e Comunidades de Língua Portuguesa, entre 26 e 27 Setembro. Dois dias depois, o Serviço Educativo do Museu do Oriente organiza o V Encontro de Professores para lhes dar a conhecer a sua proposta de trabalho a desenvolver para e com a comunidade escolar, durante o ano lectivo de 2011/2012. O Curso de Gestão de Projectos Culturais decorre a partir de 15 de Setembro e destina-se a responsáveis pela gestão e quadros técnicos de organizações culturais e turísticas públicas e privadas.

Pub