O Sumol Nazaré Special Edition está de volta em 2011

Author: Share:

Os melhores bodyboarders internacionais regressam à Praia do Norte de 12 de Outubro a 01 de Novembro de 2011..

Integrado no calendário da International Bodyboard Association (IBA), o Special Edition vai ter este ano o seu período de espera de 12 de Outubro a 01 de Novembro e vai contar como habitualmente com grandes nomes do bodyboard nacional e internacional, que vão desafiar pela quinta vez as ondas da Praia do Norte.

Considerada a “onda rainha” da Nazaré e uma das mais respeitadas de todo o litoral europeu, a Praia do Norte é conhecida pelas suas ondas perfeitas e grandes que podem ir facilmente até aos seis metros de altura.

Na última edição (2009), as ondas da Nazaré mostraram‐se de gala, atingindo facilmente os quatro metros de altura e apelando à coragem e perícia dos bodyboarders presentes. A perfeição, tamanho e força das ondas da Nazaré são a bandeira viva da competição que, com uma fórmula única e especial, mudou o modo de olhar o bodyboard por parte do público em geral.

Para esta 5.ª edição, a organização vai manter o mesmo conceito adoptado anteriormente, passando por oferecer aos atletas participantes condições de excelência em termos de ondas, dentro do período de espera estabelecido.

Na lista dos participantes encontram‐se atletas do topo do ranking da International Bodyboard Association (IBA), que serão convidados pela organização a enfrentar as ondas do mar nazareno.

Em 2009, Mike Stewart, nove vezes vezes campeão mundial, foi o primeiro atleta internacional a vencer o troféu desta prova, anteriormente conquistado apenas por atletas portugueses: Luís “Porkito” Pereira venceu em 2005 e 2007 com algumas das maiores ondas já surfadas em Portugal e Paulo Costa venceu o evento inaugural em 2003.

O mote está lançado para mais um evento único em todo mundo com a promessa de muita acção nas ondas da Nazaré.

O Canhão da Nazaré e as ondas da Praia do Norte
O Canhão da Nazaré é um acidente geomorfológico raro, o maior da Europa e um dos maiores do mundo, que consiste numa falha na placa continental com cerca de 170 quilómetros de comprimento e que atinge os cinco quilómetros de profundidade. Situado mesmo em frente à Praia do Norte, canaliza a ondulação do Atlântico para esta praia praticamente sem obstáculos, o que proporciona a criação de ondas com um tamanho fora do normal, por comparação com a restante costa portuguesa. Um verdadeiro playground para todos os amantes dos desportos de ondas, que encontram nesta praia as condições ideais para ultrapassar os seus limites.

Pub