Atelier de pastelaria francesa abre em Lisboa

Author: Share:

Croissants, tartes, chaussons e chouquettes, mille-feuilles, opéras e religieuses chegaram recentemente a Lisboa pela mão da Praline. O atelier de pastelaria francesa, conduzido pela chef pâtissier Béatrice Dupasquier, oferece o que de melhor se faz na doçaria da cidade luz.

O aveludado das ganaches, as rendas da pâte à choux, o cetim dos entremets, as cores rutilantes das tartes e os sedosos macarons, fazem parte do mundo das doçuras francesas agora ao dispor dos lisboetas.

Com um diploma da escola de hotelaria e as recomendações do famoso George Blanc (3* Michelin) no bolso, Béatrice iniciou a sua volta ao mundo dos doces, passando por alguns dos mais prestigiados espaços de gastronomia e doçaria. Saída de Vonnas, em França, vai para Londres, parte depois para Melbourne onde fica dois anos, aterra de seguida no Rio de Janeiro e durante seis anos deixa-se encantar pelo Brasil.

Há quatro anos regressa ao Velho Continente, apaixona-se por Portugal e é em Lisboa que decide abrir o atelier Praline que, em apenas seis meses, é já um local de eleição de apreciadores e especialistas de doces.

De acordo com a chef pâtissier, «a Praline é simultaneamente oficina e boutique, um lugar de criação onde se fazem doçarias tradicionais mas também se experimentam e elaboram novos sabores.

Béatrice Dupasquier afirma que gosta de fazer doces “por medida” e explica: «faço o que me pede cada cliente. Cada encomenda é única e cada cliente merece o melhor para o seu evento, quer se trate de um casamento, de uma festa de aniversário ou de um pequeno-almoço, seja de negócios ou para a família».

A alta-costura da pastelaria encontrou a sua estilista e a Praline quer assumir-se como a jóia da pastelaria francesa em Lisboa.

Pub

Informação relacionada