Ameal é o parceiro de hoje no jantar vínico do The Yeatman

Author: Share:

Os vinhos produzidos na Quinta do Ameal serão dos parceiros desta noite nos tradicionais jantares vínicos que se realizam à quinta-feira no The Yeatman Hotel, em Gaia.

Hoje serão servidos todos os vinhos produzidos por Pedro Araújo, um Ameal de uma colheita mais antiga 2003 e a antevisão do seu Special Harvest/2010 – único vinho doce (Late Harvest) produzido na Quinta do Ameal, lançado pela primeira vez no mercado no ano passado, com o Special Harvest/2007, esgotado apenas numa semana.

Segundo Pedro Araújo, “depois do Ameal Escolha 2000, o primeiro vinho da casta Loureiro fermentado em cascos de carvalho francês especialmente seleccionados para o efeito, o Ameal Special Harvest/07 foi também o primeiro vinho, deste estilo, produzido usando esta mesma casta”.

Depois de 7 anos de experiências, finalmente o resultado desejado foi obtido, mas como destaca o produtor, com “um processo de produção extremamente difícil e trabalhoso” tendo sido produzidas apenas 560 garrafas, todas numeradas.

A presença dos vinhos Ameal no jantar desta 5ª feira, vem também formalizar a parceria da Quinta do Ameal com o The Yeatman, hotel vínico de luxo localizado na zona histórica das Caves do Vinho do Porto, em Vila Nova de Gaia, onde cada produtor parceiro, entre os melhores de Portugal, dispõe de um quarto, que pode personalizar a seu gosto. A Quinta do Ameal tem o seu quarto temático já disponível.

De ressaltar ainda que em 2010 os vinhos Ameal passaram a estar na lista de vinhos do Restaurante da Tate Gallery (UK best wine list), na cadeia de lojas de luxo Harvey Nichols em Londres, Leeds e Edimburgo – a par da cadeia Harrod’s, estão entre as mais prestigiadas lojas de Inglaterra e a nível internacional. Os vinhos produzidos por Pedro Araújo passaram ainda a integrar a lista de produtos da Fortnum and Mason, com loja em Piccadilly, no centro de Londres, restaurantes e loja on-line, e restaurantes com estrelas Michelin em Londres, Nottingham, Marlborough e na Escócia, onde também estão no berço do Golfe mundial – Golfe St Andrews, fundado há 600 anos.

Pub

Informação relacionada