Opel testa comunicação de automóveis em situações de tráfego real

Author: Share:

A Opel conjugou esforços com 17 parceiros de diversos campos, da indústria às associações automóveis, passando por instituições ligadas à ciência e investigação, para avaliar o funcionamento de comunicações car-to-x capazes estabelecer electronicamente a ponte entre veículos e infra-estruturas. Além de possibilitar a troca de informações entre veículos, este tipo de comunicações permite igualmente criar um fluxo de dados entre veículos e infra-estruturas rodoviárias visando um aumento sustentável da eficiência do tráfego e da segurança rodoviária. O projecto de mobilidade segura e inteligente, denominado simTD (Safe and Intelligent Mobility – Test Field Germany), conta com a participação do estado federal alemão de Hesse e da cidade de Frankfurt.

A fase de testes teve início em Friedberg com a elaboração de um relatório intercalar por três ministérios alemães que patrocinam o projecto, nomeadamente os ministérios da Economia e Tecnologia (BMWi), da Educação e Investigação (BMBF) e do Trânsito, Construção e Desenvolvimento Urbano (BMVBS). Entre os seus membros, o consórcio de pesquisa conta com a associação da indústria automóvel alemã (VDA) e a estrutura Car 2 Car Communication. O relatório intercalar marca o final da fase de planeamento e início da fase de preparação, seguindo-se a avaliação das melhorias a ser introduzidas antes da fase de testes.

Indo ao encontro do interesse de todos os parceiros envolvidos, a Opel vai assumir a liderança e a coordenação da fase de testes. Estes ensaios, a iniciar em meados de 2012, envolvem um total de 120 veículos de todos os parceiros e são os primeiros levados a cabo à escala mundial. A coordenação, monitorização e análise dos dados resultantes dos testes será levada a cabo em estreita colaboração com a Universidade de Wuerzburg e a Universidade Técnica de Munique. Estas duas instituições académicas asseguram o cruzamento de informação estatística relativa aos trajectos diários percorridos por cada condutor. Durante a fase de testes, que terá a duração aproximada de sete meses, a base dos veículos será o complexo Infraserv, próximo de Frankfurt-Hoechst.

Função de aviso das condições meteorológicas

A função de aviso das condições atmosféricas na estrada será testada pela Opel a par de outras funções no decorrer do projecto simTD. O director de Desenvolvimento Eléctrico da Opel, Dr. Burkhard Milke, adianta que «Segundo os nossos estudos, os alertas meteorológicos e das condições das estradas lideram na preferência dos condutores relativamente a futuros sistemas de comunicação automóvel. Além de representarem uma mais-valia significativa para o condutor em termos de informação, estes sistemas melhoram significativamente a segurança rodoviária».

Esta função de informação assenta em elementos detalhados fornecidos por quatro estações meteorológicas. A monitorização de parâmetros importantes como a temperatura do piso e o ponto de congelamento revela-se particularmente útil, também para os serviços responsáveis pela limpeza da neve. O interface homem-máquina que vai ser utilizado nos testes por todos os parceiros foi desenvolvido pelo centro alemão de pesquisa para a inteligência artificial (DFKI).

Pub

Informação relacionada

Deixar um comentário