“Percursos da Arte Contemporânea Chinesa” analisados em Lisboa

Author: Share:

O Museu do Oriente promove o curso “Percursos da Arte Contemporânea Chinesa”, a decorrer aos sábados, entre 5 de Novembro e 17 de Dezembro, a partir das 10h.

Ao longo de cinco sessões serão analisados os percursos da arte chinesa independente, desde o final da década de 70 do século XX. O curso irá focar o trabalho dos artistas chineses da diáspora, mas também os principais movimentos artísticos que surgiram na República Popular da China desde essa época, para além dos temas centrais abordados nas produções artísticas independentes.

“Percursos da Arte Contemporânea Chinesa” realça igualmente o processo de criação de novos espaços de produção independente e recepção artística na República Popular da China, com especial ênfase para a cidade de Beijing, assim como a sua relação com os fenómenos da globalização e da mercantilização da cultura.

O curso pretende reflectir sobre o modo como a arte chinesa contemporânea se define, por um lado, como um espaço de encontro de influências, estilos e técnicas de origem nativa e estrangeira e, por outro, se auto-representa como uma tapeçaria temporal, onde retalhos do passado e do presente inevitavelmente se encontram.

O curso será ministrado por Tânia Ganito, assistente no Instituto Superior de Ciências Sociais e Políticas da Universidade Técnica de Lisboa e Mestre em Ciências Antropológicas (ISCSP-UTL). Este curso é acreditado pelo Conselho Científico Pedagógico da Formação Contínua.

“Percursos da Arte Contemporânea Chinesa”
Datas: 5, 19 e 26 Novembro, 3 e 17 Dezembro
Horário: 10h00 às 13h00
Público-alvo: Adultos em geral e docentes dos ensinos básico e secundário
Formadora: Tânia Ganito
Preço: € 60,00
Participantes: Mín.30
Local: Museu do Oriente, Piso 4

Pub

Informação relacionada

Deixar um comentário