Carmim entra na Letónia

Dando corpo à sua estratégia de penetração em novos mercados, com especial enfoque no Leste Europeu, a Carmim anuncia que deu início a uma parceira com um importador na Letónia. Este passo tem como objectivo primeiro a distribuição dos vinhos da Carmim no mercado em causa, mas serve igualmente um segundo propósito, de médio prazo, que passa pela expansão para os restantes países Bálticos, a Lituânia e a Estónia.

Estes 3 Países (em tempos parte da antiga União Soviética) apresentam uma população total combinada de cerca de 6.5 milhões de habitantes. Embora tenham hábitos de consumo per capita de vinho relativamente baixos, mostram já uma tendência para aumento no consumo de vinhos, por oposição ao consumo de destilados.

Esta parceria vem na sequência de igual medida tomada em Janeiro, quando a Carmim viu o seu vinho Alicante Bouschet 2008 ganhar uma tender (ou espaço no linear) no Alko, a maior cadeia de grande distribuição finlandesa. Ao mesmo tempo, a empresa iniciou então uma nova relação comercial na Croácia, tendo introduzido o Monsaraz Tinto e o Reguengos Reserva Tinto naquele mercado.

Para José Canita, Director Geral da Carmim, «passos como este são apenas possíveis graças ao nosso bom trabalho e à qualidade dos nossos produtos, e são uma prova de que a nossa estratégia de internacionalização é clara e sustentada. Este é mais um marco de relevo para a Carmim, que tem apresentado crescimentos de ano para ano nos mercados externos, tendo duplicado as suas exportações no final de 2009 relativamente ao final de 2005, tanto em valor como em volume».

A empresa exportava até aqui para 28 mercados, e tem construído em seu redor, ao longo destes 40 anos de história, uma imagem de prestígio e sucesso, baseada na qualidade reconhecida dos seus produtos.

Pub

Deixar um comentário