5 °C Amadora, PT
2017-12-18

Jancis Robinson elege “Lavradores de Feitoria Douro 2010”

A Lavradores de Feitoria está de parabéns com mais uma distinção atribuída pela conceituada crítica de vinhos e jornalista britânica Jancis Robinson. Desta vez, o eleito foi o ‘Lavradores de Feitoria Douro branco 2010’, sendo o único português a integrar a sua lista (composta por 25 referências) de “Grandes Brancos”.

Segundo Jancis Robinson, a frescura do ‘Lavradores de Feitoria Douro branco 2010’ é algo que sobressai e que distingue este branco, criado a partir de um blend de castas autóctones (Malvasia Fina, Síria e Gouveio), dos demais portugueses. No Financial Times poder ler-se a opinião da crítica – “much cooler-tasting than most whites from Portugal’s port country. A successful and distinctive blend of local grape varieties made by a co-op based at the palace featured on Mateus rosé bottles. There the connection ends. 12.5%” – e aceder à restante lista de brancos eleitos.

“Este é mais um momento que nos faz acreditar e continuar a trabalhar no sentido da excelência. É gratificante ter a confirmação de que mesmo em vinhos com maiores produções e com preços mais acessíveis – no caso do ‘Lavradores de Feitoria Douro branco 2010’ falamos de 120.000 garrafas com um PVP de 3,5 euros cada – conseguimos ter um produto interessante e com carácter”, refere Olga Martins, CEO da Lavradores de Feitoria.

O ‘Lavradores de Feitoria Douro branco 2010’ é um vinho de lote, proveniente das quintas associadas à empresa, situadas nas zonas mais altas e frescas da região demarcada do Douro. Fermentado em inox a temperaturas controladas, pretende ser fresco, frutado e muito saboroso, exaltando as características das castas utilizadas. Criado para ser apreciado diariamente, pode, no entanto, melhorar com o tempo em garrafa.

Pub