Arte Antiga chega ao Centro Colombo

Author: Share:

Intitulada “Construir Portugal. Arte da Idade Média”, a exposição constitui uma fascinante narrativa do processo de formação do Reino, contada a partir da selecção de 31 peças do MNAA – Museu Nacional de Arte Antiga.

Pintura, escultura e múltiplas declinações das chamadas artes decorativas (têxteis, metais, cerâmica, mobiliário, etc) são as tipologias que estarão presentes na primeira exposição, que foi criada especialmente para o projecto A Arte Chegou ao Colombo e que preserva a absoluta integridade e dignidade do principal museu nacional e das suas obras.

A exposição “Construir Portugal. Arte da Idade Média”, que estará patente até ao dia 30 de Junho, assinala o arranque da segunda edição do projecto A Arte Chegou ao Colombo, uma iniciativa que pretende levar o património artístico ao encontro dos públicos, de uma forma única e inovadora, proporcionando uma experiência enriquecedora aos que visitam o Centro Colombo. Seguir-se-à uma segunda exposição, intitulada “Desenhando o Mundo. Arte da época dos Descobrimentos”, de Julho a Outubro.

“Esta nova aposta do projecto A Arte chegou ao Colombo tem tudo para resultar numa iniciativa de referência na estratégia de divulgação e promoção de actividades culturais fora dos seus espaços tradicionais, permitindo que muitos públicos possam interagir com a Arte Antiga portuguesa de uma forma natural e espontânea”, refere o director do Centro Colombo, Paulo Gomes.

“A ideia de levar a arte ao encontro dos públicos – saindo das galerias ou museus – tem sido tentada recorrentemente no quadro da arte contemporânea, mas só excepcionalmente no plano do que designamos de património artístico e nunca em Portugal. Este projecto pretende divulgar e promover o MNAA-Museu Nacional de Arte Antiga e as suas extraordinárias colecções junto dos visitantes do Centro Colombo, como forma de levar o património artístico ao próprio coração da vida, estimulando a noção de que a fruição do património deve fazer parte da vivência quotidiana”, refere o director do MNAA, António Filipe Pimentel.

As obras de arte vão estar em exposição num pavilhão concebido pela arquitecta Manuela Fernandes, onde de algum modo se reproduz de forma temporária a essência institucional do MNAA, seja na plena dignidade e segurança das exposições, seja na forma contemporânea de comunicar o acervo e de estabelecer a relação com os públicos.

As duas exposições foram criadas especificamente para o Colombo pelo historiador de arte Anísio Franco, conservador do MNAA – Museu Nacional de Arte Antiga.

“A escolha das obras de arte foi feita de acordo com dois critérios-base. Por um lado, que as peças permitissem o estabelecimento de uma rede narrativa, histórico-artística, que pudesse ser interessante e elucidativa para um público vasto e muito diversificado e, por outro lado, a selecção de qualidade elevada”, frisa Anísio Franco, Comissário da Exposição.

A parceria com o MNAA – Museu Nacional de Arte Antiga, um dos principais museus nacionais, concretiza assim a segunda fase de um projecto que o Centro Colombo iniciou o ano passado com o Museu Colecção Berardo. O projecto A Arte Chegou ao Colombo pretende continuar a alargar aos mais variados movimentos artísticos e parceiros culturais.

Pub

Informação relacionada