Caderno Azul da Firmo está de volta 100% português

Author: Share:

O Caderno Azul da Firmo está de volta, 100% português e com um toque de modernização relançado como um produto premium na loja da Vida Portuguesa. Para 2013 está previsto o lançamento de uma agenda.

A loja tem a exclusividade da venda do Caderno Azul e durante o relançamento, a proprietária Catarina Portas anunciou que em breve terão produtos exclusivos nas lojas da Vida Portuguesa com a marca Firmo. “Criámos uma parceria de sucesso e estamos muito felizes por isso”, disse na ocasião.

O Caderno Azul marcou faltas de material e apontou sumários nas escolas, acertou as contas de muitas mercearias, picou o ponto de inúmeros trabalhadores e registou em acta reuniões importantes. O caderno ressurge agora, incorporando a importância de se tratar de um clássico da Firmo, mas sem colocar de lado uma certa modernização, que o torna um produto único, fabricado com enorme cuidado em cada detalhe, até porque uma boa parte da sua produção é artesanal. A capa por exemplo, tem revestimento têxtil o que permite maior durabilidade e conservação uma vez que o caderno azul é usado durante muitos anos.

O “novo” Caderno Azul é constituído agora por um papel mais distinto, tem uma bolsa na contracapa para guardar cartões ou pequenos documentos, folhas e surge com um elástico para fechar o caderno (que pode ser vermelho ou azul, consoante a preferência do comprador) e inclui também uma fita marcadora. Também a etiqueta da capa, verdadeira imagem de marca, foi modernizada, com uma ligeira alteração das suas cores. O caderno está disponível nos formatos: liso, pautado e quadriculado, nos tamanhos A5 e A6. É apresentado com um packaging identificador (azul, vermelho ou dourado, consoante o tipo de folhas no seu interior) atractivo e moderno. O Preço de Venda ao Público vai desde 8,50 €, no caso do A6, e 9,90 € para o A5.

Rui Santos Carvalho, administrador da Firmo, destaca que este “é um caderno com tradição, que teve ao longo dos anos uma utilização essencialmente comercial. É um produto resistente, com grande durabilidade, e feito de uma forma quase artesanal, o que prova o cuidado que há na produção deste artigo”. Com este relançamento, explica o responsável “a Firmo pretende, por um lado, promover um produto nacional junto dos portugueses e, por outro, tornar este caderno um ícone da indústria nacional”.

Quando o produto estiver estabelecido no mercado português, o objectivo, de acordo com Rui Santos Carvalho, passará por “partir para o mercado internacional”, onde é esperada uma excelente aceitação, conforme aconteceu em Janeiro em Frankfurt, na Paperworld, o maior evento do sector.

Pub

Informação relacionada