Periquita Tinto 2009 recebe Medalha de Ouro

Author: Share:

O Periquita tinto 2009 recebeu uma medalha de Ouro no 29º San Diego International Wine Competition nos EUA, no início do mês de Abril.

O nome Periquita está indissociavelmente ligado à história da José Maria da Fonseca e tem origem na propriedade onde o mais antigo vinho de mesa português viria inicialmente a ser produzido: a Cova de Periquita.

Foi nessa propriedade que José Maria da Fonseca desenvolveu a casta Castelão, em 1846, que ele próprio tinha trazido do Ribatejo. O sucesso foi tão rápido que o vinho produzido na Cova da Periquita motivou outros proprietários da região a plantarem varas daquela casta nos seus próprios terrenos. Desta forma o vinho torna-se conhecido como o vinho da Periquita.

O Periquita é um vinho produzido a partir da casta Castelão, ao qual se juntam pequenas percentagens de Trincadeira, outra casta tradicional da Península de Setúbal, e Aragonez.

No virar do século XX para o século XXI, a José Maria da Fonseca deu um passo em frente ao lançar o Periquita Branco, o Periquita Reserva e, mais tarde, o Periquita Rosé.

Um vinho internacional

Actualmente, o Periquita está presente em todo o mundo, desde a Europa (com forte incidência na Suécia, Noruega e Dinamarca), ao Brasil, passando pelos mercados Norte-Americano e Asiático.

Actualmente é exportada 85% da produção de vinho Periquita, dos cerca de 4 Milhões de garrafas produzidas anualmente nas versões, branco, tinto, rosé, Reserva ou Superyor.

Os vinhos Periquita têm, desde sempre, recebido o reconhecimento internacional através de vários importantes prémios, desde medalhas de ouro em Feiras Internacionais, passando por elevadas pontuações atribuídas pelos mais conceituados críticos e revistas de vinho internacionais.

Pub

Informação relacionada