Lisboa é invadida por cor e criatividade com o CIN RE-MAKE’12

Author: Share:

Vem aí a 5ª edição do mais criativo projeto de reabilitação urbana que, em parceria com a Câmara Municipal de Lisboa, há já cinco anos invade as ruas de Lisboa com cor e criatividade. O projeto conta uma vez mais com a participação de alunos de Lisboa e do Porto, mas surpreende este ano ao lançar um passatempo que permitirá a um jovem artista ver a sua arte exposta num muro de Lisboa, por quatro meses.

O mote deste ano é a Sétima Arte pelo que a ferramenta de inspiração dos alunos foi uma curta-metragem de animação onde um menino colorido, que vive numa cidade a preto e branco, encontra o amor e transforma a cidade através da cor. “Cidade Colorida”, que conta com a participação do ator José Fidalgo.

As propostas criativas da ETIC, do IADE, da RESTART, da Faculdade de Belas Artes da Universidade do Porto, da Universidade Católica do Porto, da Escola Superior de Artes e Design e da Escola Superior Artística do Porto estão expostas, a partir de hoje e até ao final de novembro, em algumas das principais artérias da cidade: muro da Avenida de Ceuta, muro da Rua José Gomes Ferreira, às Amoreiras, e muro da Avenida General Norton de Matos, em Benfica.

“Na CIN somos pela cor e pela inovação todas as suas vertentes. Há cinco anos que partilhamos esta nossa paixão com a cidade de Lisboa através do CIN RE-MAKE, um projeto de intervenção urbana através da cor.”, refere Reinaldo Campos, Diretor de Marketing da CIN. “Temos trabalhado com algumas das mais conceituadas faculdades e escolas de design, arquitetura e belas artes. Este ano queríamos também dar a oportunidade a outros artistas de participarem neste projeto e verem a sua arte tornada publica. É um prémio muito interessante e com muita visibilidade.”, acrescenta o responsável.

Para participar, apenas será necessário aceder à página do Facebook da marca (www.facebook.com/tintascin), visionar a curta-metragem “Cidade Colorida” e, até dia 4 de junho, enviar um trabalho gráfico inspirado no filme. Um júri composto pela CIN, pela Câmara Municipal de Lisboa e pela Born selecionará os trabalhos mais originais que serão, depois, votados no Facebook por sistema de partilhas. O vencedor do trabalho mais partilhado tem como prémio a exposição do mesmo no muro da Av. General Norton de Matos (Benfica) durante quatro meses.

A criação e desenvolvimento do CIN RE-MAKE ficaram a cargo da Born, agência de Branding e Activation que desenvolve o projeto com a CIN desde a sua génese em 2008. A produção da curta-metragem ficou a cargo da produtora Nébula.

O CIN RE-MAKE é já um projeto vencedor que nos últimos anos viu atribuídos três prémios – Melhor Evento nos Prémios de Design da Meios & Publicidade, em 2010 e 2011; e Medalha de Bronze na categoria Brand Entertainment, dos Prémios do Clube de Criativos – prémios atribuídos à agência Born.

Recorde-se que este projeto de intervenção urbana através da cor teve inicio em 2008 com os elétricos de Lisboa, passou pelos autocarros e metros de Lisboa e Porto em 2009 e seguiu para as ruas sob a forma de murais. Em 2010, o conhecido escritor José Luís Peixoto escreveu textos que os estudantes das universidades de Arquitetura, Belas Artes e Design interpretaram, transformando cada página numa parede pintada. Em 2011, foi a vez da música e Tiago Bettencourt escreveu e compôs uma canção sobre Lisboa que inspirou os alunos das referidas faculdades. Em 2012 o CIN RE-MAKE volta a invadir Lisboa com cor tendo por mote a sétima arte, o cinema.

Pub

Informação relacionada