Restaurante Vista surpreende os 5 sentidos

Author: Share:

O olhar perde-se no horizonte, mais precisamente no mar da Praia da Rocha, quando se está no Restaurante Vista. O restaurante só podia, de facto, ter este nome. Inserido no palacete do cinco estrelas Bela Vista Hotel & SPA, em Portimão, que foi construído em 1918 e mantém ainda os azulejos e as madeiras originais, no Restaurante Vista respira-se qualidade e tranquilidade.

A liderar a cozinha desde julho de 2011, data de abertura, está o Chef Rogério Calhau, que conduz-nos num périplo de sabores pela cozinha portuguesa, interpretada com um toque contemporâneo. O Chef Rogério Calhau é português, com experiência de topo, habituado às estrelas Michelin em Londres, e os seus pratos refletem esta excelência.

Na Nova Carta para o jantar do Restaurante Vista não há nomes extensos para as diversas iguarias: o nome de cada prato é o produto que se destaca na confeção. Nas Entradas, por exemplo, não deixe de saborear Ervilha. Esta mousse de ervilha, gema cozida a baixa temperatura e presunto é o exemplo perfeito de que o Chef Rogério Calhau é fiel aos sabores que nos são familiares.

Uma entrada mais substancial que até pode ser eleita para um prato é Arroz, um risotto perfumado com trufas e boletos assados, que inclui raspas de queijo da ilha, para gáudio do nosso palato.

Passando aos Pratos Principais, a Carta apresenta-se equilibrada na oferta de Peixe e Carne.

Para quem prefira a primeira opção, a dúvida vai incidir entre Pregado e Bacalhau. O Pregado apresenta-se assado no osso Grenobloise, com tagliolini com emulsão de manteiga, enquanto o Bacalhau é fresco, com crosta de azeitona, beringela e courgette.

Para os apreciadores de boa carne, o Chef destaca o Porco Pata Negra e o Novilho. O primeiro é uma degustação de porco preto, crosta de azeitona, beringela e courgette. Quanto ao novilho chega-nos o lombo, chalotas, boletos assados e puré de batata.

Uma alternativa mais leve a considerar: Cabra, queijo de cabra, batata vitelotte e frutas secas.

Já nas Sobremesas continua-se a não negar as raízes portuguesas e o protagonismo é agora dos produtos locais. Laranja, laranja do Algarve em texturas, cenoura e água de flor de laranjeira, e Amêndoa, o bosque e a amêndoa do Algarve, são duas sobremesas que comprovam a primazia destes ingredientes. Os gulosos vão deliciar-se com Café, bolo Ópera de café e chocolate com creme fraîche.

A Carta de Vinhos é variada e completa, para além de didática, dado que contém explicações sobre as diversas castas por região. Criada pelo Maître Nuno Cardoso, os preços variam entre os 18,00 € (Prova Régua Premium, branco, Estremadura) e os 90,00 € (Casa Ferreirinha – Reserva Especial, tinto, Douro). De destacar a presença do Prima Facie, Grande Reserva, Douro (tinto) e do Dona Maria – Amantis, Alentejo (branco).

O preço médio ao jantar no Restaurante Vista (sem bebidas incluídas) é 45,00 € por pessoa.

Almoços igualmente tentadores

A Carta é diferente para o almoço. O Restaurante Vista disponibiliza uma oferta simpática de dois pratos, sejam eles entrada e prato ou prato e sobremesa, por 21,50 € e de três pratos – entrada, prato e sobremesa – por 24,50 €.

Uma agradável surpresa, a Carta de Almoço. As Entradas são inesquecíveis, nomeadamente, Favas e Abacate. Um gaspacho de favas, coalhado de cabra e azeite preto e uma mousse de abacate, sapateira e espuma de tomate são sabores distintos, mas igualmente deliciosos.

Quanto ao Prato Principal, Truta – com amêndoa tostada e variações de couve-flor – e Coelho – perna de coelho recheada com morcela e alperces, a acompanhar com legumes da estação são as recomendações do Chef Rogério Calhau.

Terminar a refeição com Chocolate, numa delícia de chocolate com laranja, ou com Arroz doce e as suas texturas é fazê-lo de forma sublime.

A vista justifica sempre uma visita ao Restaurante Vista (passe-se a redundância), mas depois de descobrir-se a cozinha do Chef Rogério Calhau e o glamour do espaço, o “adeus” torna-se num “até breve”. E o regresso sabe tão bem…

Pub

Informação relacionada