Arrendamento de escritórios mudou de paradigma

Author: Share:

Na segunda edição do ciclo de conferências do Avila Business Centers, os vários oradores foram uníssonos em referir que a mobilidade e a crise mudaram o mercado de arrendamento e criaram uma grande oportunidade para o escritório virtual e coworking.

O Avila Business Centers, empresa de aluguer de espaços de trabalho físicos chave-na-mão e escritórios virtuais, organizou a segunda edição da conferência nacional sobre escritórios virtuais, coworking e outros modelos que representam o escritório do futuro. A conferência “Your Office Anywhere” decorreu no passado dia 25 de Maio de 2012, no Auditório da Microsoft, no Parque das Nações, e apontou as principais tendências do arrendamento de escritórios. No final da conferência, os oradores foram uníssonos em afirmar que a crescente mobilidade das forças de trabalho das empresas e a necessidade de redução de custos mudou o paradigma do mercado e abriu uma grande oportunidade para os escritórios virtuais e o coworking.

De acordo com Rui Pereira da Silva, ex-CEO da Solidnetworks, empresa tecnológica que apostou num Business Center com um serviço chave-na-mão aquando o seu lançamento, a imagem dos escritórios «é muito importante para os parceiros e para quem procura as empresas, e o recurso a um Centro de Escritórios, como o Avila Business Centers, é uma oportunidade de ter uma imagem de excelência sem ter de sobrecarregar o orçamento mensal da empresa». O agora Director de Public Services & Health da Reditus Consulting, foi um dos oradores no evento e contou a sua experiência de criação da Solidnetworks, que foi recentemente adquirida pela Reditus, e sublinhou a importância que o recurso a um Business Center teve para o sucesso do projeto, nomeadamente o facto de «ter um serviço chave-na-mão, com setup rápido e, sobretudo, uma fee de arrendamento baixa».

Para Marcos Santos, Diretor da Divisão de Negócio Office da Microsoft Portugal, o aumento da mobilidade dos funcionários mudou a forma como as empresas olham para os escritórios. A máxima do Your Office Anywhere, Anytime é cada vez mais uma realidade, e os escritórios virtuais apresentam aqui uma tendência incontornável, dado permitirem trabalhar a partir de casa, sem um posto de trabalho fixo, mas mantendo uma morada de prestígio sem ter de gastar muito dinheiro, e pagar pelos serviços, como o arrendamento de salas de reunião, à medida que forem necessários. O responsável da Microsoft também chamou a atenção para o «aumento da tendência da utilização de plataforma colaborativas, que permitam aos profissionais das empresas colaborarem em tempo real de forma a melhorar os processos». Convertido no mercado de escritórios, este conceito está a ser espelhado num aumento da tendência do coworking, onde além de partilharem um espaço físico, as empresas podem partilhar serviços e firmar parcerias que lhes permitam abordar o mercado de forma mais forte e completa.

«Para vencerem no mercado de arrendamento, os escritórios virtuais e os office centers devem primar pela inovação, oferecendo um serviço realmente completo e eficaz assente nas novas tecnologias», defende Pedro Aniceto, Product & Marketing Manager da GMS Store, uma Apple Premium Reseller. Tecnologias como a aplicação myOffice, do Avila Business Centers, que disponibiliza ao cliente toda a informação online e em tempo real (recados, telefonemas, chegada de correspondência) e permite também que o utilizador use esta mesma plataforma para fazer o booking online de salas de reunião em centros de escritórios de outros países, são ferramentas de extrema utilidade e podem ser elementos de peso na altura de escolher escritórios. «Quem usa o MyOffice dificilmente consegue viver sem a aplicação, pois é de extrema utilidade», disse Pedro Aniceto. “Permite trabalhar sem perder tempo, pois pode verificar quem ligou para o escritório enquanto esteve fora e as mensagens que deixou, e depois é tão intuitiva que não tem qualquer curva de aprendizagem», revelou.

Os escritórios virtuais podem também ser a aposta certa para as aventuras fora de portas. Esta foi outra das importante conclusões da conferência, que aponta esta modalidade como sendo uma excelente alternativa para as empresas que estejam a olhar para negócios fora de Portugal. Para Raquel Santana, Business Center Manager do Avila Business Centers, a mobilidade do escritório virtual «oferece uma maior credibilidade, um fácil setup da empresa, que pode ser efectuado em apenas 24 horas, e uma maior flexibilidade e credibilidade perante os parceiros e clientes internacionais». Na opinião da responsável, esta «é a melhor opção para as empresas que estejam a pensar na internacionalização, pois além racionalizarem os custos, também permite estarem preparadas para um crescimento sustentável, como são exemplo empresas como a Starbucks e a Google, que utilizam este tipo de escritórios na sua estratégia de internacionalização».

O evento deste ano do “Your Office Anywhere” «voltou a superar a expectativas, tanto a nível da assistência como da qualidade das intervenções dos oradores e das conclusões tiradas do evento», revelou Carlos Gonçalves, CEO do Avila Business Centers. «Ficou claro que os escritórios virtuais e o coworking vão ganhar uma grande relevância no mercado já este ano, e nos próximos, devido sobretudo ao dinamismo e economias que representam face ao escritórios convencionais», continuou.

Dado o sucesso do ciclo de conferências “Your Office Anywhere”, e a importância que representam para as empresas e para o mercado, o Avila Business Centers já está a preparar a terceira edição, que deverá aprofundar temas como a utilização das novas tecnologias para potenciar um local de trabalho e, como não poderia deixar de ser, os temas de escritório virtual e coworking.

Pub

Informação relacionada