Curiosidades e números da 4ª edição do Mega Pic-Nic Continente

Author: Share:

O Continente organiza a quarta edição do Mega Pic-Nic, que este ano vai descer ao Terreiro do Paço, a “sala de excelência” em que Lisboa melhor recebe os seus convidados, em plena ligação com o Tejo e o Mar, no próximo dia 16 de Junho, sábado. A iniciativa, de entrada gratuita, convida todos os portugueses a desfrutar do espírito e aromas do campo e do mar, celebrando a portugalidade, as tradições e a cultura de Portugal.

O Mega Pic-Nic do Continente conta com o apoio da Câmara Municipal de Lisboa, a CAP – Confederação dos Agricultores de Portugal, o Clube de Produtores Continente e a RTP. Este evento, além de ser uma festa para toda a família, pretende despertar os portugueses para a agricultura, a pesca e o consumo dos produtos nacionais.

A partir das 10h00, no Terreiro do Paço, as famílias portuguesas podem contatar com os diferentes elementos em mostra – cultivo de vários produtos alimentares de origem 100% nacional, animais do campo (bovinos, suínos, caprinos…), artes piscatórias, embarcações, tradições de mar e de campo, divertir-se com diversas animações, jogos tradicionais e aprender com as atividades pedagógicas. Para terminar este dia, terá ainda lugar o Concerto do Tony Carreira marcado para o final da tarde.

A iniciativa conta com a colaboração especial do Clube de Produtores Continente, representado por cerca de 40 produtores nacionais, que irão dar a conhecer aos participantes as origens e proveniência dos melhores produtos e aromas de Portugal.

De referir que o Clube reúne atualmente 244 membros que correspondem a 2974 produtores individuais e a mais de 8000 postos de trabalho, distribuídos de Norte a Sul do país, Açores e Madeira. Desde 1998, o Clube de Produtores já comprou mais de 1 milhão de Toneladas à produção nacional, que ultrapassam os mil milhões de euros.

“Com mais uma edição do Mega Pic Nic Continente pretendemos renovar o compromisso de enaltecer os valores da cultura tradicional portuguesa, a proximidade das famílias com as origens dos nossos produtos, e o orgulho em ser português. E pela primeira vez, o Mega Pic-Nic vai trazer a Lisboa uma mostra sobre o mar português convidando todas as famílias portuguesas a viverem por um dia as origens e tradições associadas aos muitos produtos alimentares que este nos oferece. Tendo em conta a tradição de proximidade da marca aos seus clientes, esta ação – cujo tema está umbilicalmente ligado à nossa atividade – já se afirmou como um dos maiores eventos da marca nacionais, reunindo, de resto em 2011, mais de 500 mil visitantes e sendo premiada nacional e internacionalmente.

Nesta quarta edição da iniciativa Mega Picnic, contamos uma vez mais com apoio precioso e fundamental da Câmara Municipal de Lisboa, da RTP e da CAP (Confederação dos Agricultores Portugueses), possibilitando assim democratizar o acesso ao entretenimento a todas as famílias portuguesas tendo como linha condutora valores basilares da sociedade portuguesa. ” Afirma Nádia Reis, Diretora de Relações Públicas e de Ativação de Marca.

Animações:

– Atividade regionais: Ranchos; Artes de Pesca e trajes tradicionais do tema Mar – Nazaré; Jogos tradicionais e vários jogos ligados ao tema Mar – Jogo da Pesca; Jogo do Peixinho; Jogo da Rede de Pesca; Jogo das Boias; Jogo do Mergulho; Jogo Boca cor de Peixe.
– Campo de Girassóis: Nos girassóis as crianças podem visitar uma Colmeia acompanhadas de adultos
– Zonas de culturas (tomate, alface e couves): local onde as crianças podem fazer a plantação das culturas acompanhadas de adultos
– Zona dos animais: 22 pastores distribuídos pelas várias áreas tomam conta dos animais; Tosquia de Ovelhas ao longo do dia para que os visitantes possam ver como se faz; picadeiros, zona de burros e zona de cavalos onde os visitantes podem “conhecer” de perto os animais
– Zonas de mar: Salina (21x21m); Lota Tradicional; Secagem do Peixe; Arte Xávega
– Área Infantil: Atividades promovidas pela Quinta Pedagógica dos Olivais que incluirão com um cercado para um Asinino Tronco africano, um cercado para um cabrito de raça Algarvia e um borrego de raça merino negra, zona de atelier de experimentação com atividades relacionadas com aromas e os cinco sentidos na apreciação do espaço rural, incluindo a presença da camponesa que irá contar breves histórias sobre os fazeres e afazeres da sua quinta e animais
– Área da Horticultura Terapêutica: espaço onde os visitantes podem experimentar regar, colher, apoiados pelos professores e alunos da Escola Agrícola da Paiã. Junto a este estará a “Quinta Zé Pinto”, um espaço infantil onde as crianças podem experimentar regar, colher, etc.

Curiosidades e números
– Nº de canteiros: 1530
– Nº de culturas: 33 (abóbora, brócolos, arroz, alface frisada, alface roxa, alho francês, lombardo, diversos tipos de ervas aromáticas e batatas, cebolas, cenouras, curgetes, favas, feijão-verde, tomate, girassol, milho, nabo pimento, melancia, vinha, melão e morango).
– Nº de plantas: 85.000
– Nº de produtores: 40
– Nº de animais: 324 de 10 raças diferentes (Bovinos Carne e Leite, Caprinos, Galináceos, Anatídeos, Suínos (alentejano), Ovinos (tosquia), Suínos (bísaro), Leitões e Coelhos.
– Nº espécies: 12
– Área total ocupada:5.500 m2
– Área de culturas:1.500 m2
– Área de animais: 2.700 m2
– Área de pomares: 1.350 m2
– Volume de solo: 380 m3

Pub

Informação relacionada