Jardim Zoológico e EAZA com campanha no Trilho da Ásia

O Jardim Zoológico associou-se à EAZA (Associação Europeia de Zoos e Aquários) para promover a campanha de sensibilização e conservação este ano designada No Trilho da Ásia! e dedicada totalmente ao Sudeste Asiático.

Para a apresentação da campanha o Jardim Zoológico promoveu um evento que contou com a presença de inúmeras figuras públicas que puderam conhecer um pouco de uma das regiões com maior biodiversidade do planeta e o habitat natural de algumas espécies emblemáticas como o Tigre-de-sumatra, o Elefante-asiático e o Orangotango.

Para esta campanha a mascote eleita foi o Tigre-de-sumatra e o embaixador da campanha em Portugal é o Avô Cantigas, que escreveu e compôs uma música especialmente dedicada à campanha, onde alerta todos para a preservação das espécies.

Pela primeira vez, a EAZA e a IUCN (União Internacional para a Conservação da Natureza) desenvolvem uma campanha de conservação conjunta. O principal objetivo passa por sensibilizar a população para a vida animal desta região, que está em elevado perigo de extinção. É, por isso, fundamental angariar donativos para um fundo de conservação destas espécies in-situ (no habitat natural).

Durante a campanha o Jardim Zoológico tem patente uma exposição e convida o público a saber mais sobre as inúmeras espécies representativas do Sudeste Asiático, como o enigmático Tigre-de-sumatra, o calmo Orangotango, e o quase extinto Mainá-do-bali.

A sobrevivência das espécies depende de cada um e as escolhas diárias traduzem-se na própria sobrevivência do Homem. Por exemplo, das oito subespécies reconhecidas de tigre, três já estão extintas: o Tigre-do-bali, o Tigre-do-cáspio e o Tigre-de-java.

Os tigres têm sido ameaçados pela caça e desaparecimento do seu habitat, em consequência da progressão de áreas agrícolas e urbanas. Existem muito mais tigres sob cuidados humanos do que no seu habitat natural devido à inexistência de áreas protegidas suficientes, nas quais possam ser reintroduzidos. Este será o papel da campanha de conservação e preservação deste ano, sensibilizar e angariar fundos para que o Sudeste Asiático possa recuperar todas as suas espécies caraterísticas.

Pub