Mostra de Arte Urbana 2012 está aí

Author: Share:

Está patente ao público a Mostra de Arte Urbana 2012. As sete obras expostas na Calçada da Glória e no Largo da Oliveirinha foram eleitas através do concurso promovido anualmente pela GAU e constituem talvez, uma das suas mais ecléticas e internacionais exposições.
O júri desta edição da Mostra, composto por Francisco Motta Veiga (Diretor Municipal de Cultura/CML), Ricardo Campos (Antropólogo), Elsa Garcia (Diretora da Revista Umbigo), Lourenço Egreja (Curador) e Marta Caeiro (Diretora de Marketing da MTV Portugal), selecionou de entre 29 candidaturas e num total de 39 propostas, os trabalhos dos seguintes autores:

1º Painel do topo da Calçada da Glória – Vanessa Teodoro, já com um percurso que implica a terceira participação em exposições da GAU, convidou o artista plástico Pedro Zamith para um choque de titãs, num confronto entre a cor e o preto e branco, entre o caos das ruas e a white box das galerias.

2º Painel – TO /LET, a dupla italiana vinda de Bolonha, composta por Sonia Piedad Marinangeli e Elisa Placucci, desenvolveu uma reflexão sobre a crise que está a atingir toda a Europa e devassa inclusive a privacidade das nossas casas.

3º Painel – Depois das suas três intervenções em vidrões no âmbito do projeto “Reciclar o Olhar” organizado pela GAU, Hugo Lucas desfruta da oportunidade de criar uma metáfora da nossa sociedade, onde o peixe graúdo está na iminência de devorar o miúdo.

4º Painel – O ilustrador Romeno Nicolae Negura concebeu um admirável mundo novo, evocando a inocência infantil, num imaginário povoado de seres pueris, em contraponto com a inevitabilidade da queda sentida pelos adultos.

5º Painel – No único painel vertical da Mostra, o Arquiteto Marcelo Dantas veste a calçada com uma fachada feita de letras, explorando um efeito óptico que funde a escrita e a casa como expressões criativas.

6º Painel – Já no Largo da Oliveirinha, no sexto painel da Galeria, João Samina através de um extenso stencil, procura levantar as questões colocadas pelo observador, na representação de um “Big Brother” que nos contempla com um olhar inquisitivo.

7º Painel – Ainda no Largo da Oliveirinha, a ilustradora Zana Moraes que também iniciou o seu trabalho de rua no projeto “Reciclar o Olhar”, oferece-nos uma visão crítica através de uma parábola para os dias de hoje, entre o confronto de um grande pássaro com um peixe.

Pub

Informação relacionada