Quinta do Crasto apresenta Reserva Vinhas Velhas 2010

Author: Share:

A Quinta do Crasto, produtor de vinhos do Douro, vinhos do Porto e azeite, apresenta a nova colheita do Reserva Vinhas Velhas, um dos seus vinhos mais premiados a nível nacional e internacional. Como o nome sugere, este vinho é feito com uvas de vinhas velhas com uma média de idade de aproximadamente 70 anos, onde se conjugam mais de 30 castas diferentes.

Colheita após colheita, o Reserva Vinhas Velhas tem-se destacado pela consistência de qualidade, um dos principais objectivos da Quinta do Crasto na sua produção.

Para Tomás Roquette, administrador da Quinta do Crasto, “O Reserva Vinhas Velhas tem vindo a afirmar-se como um dos nossos vinhos mais emblemáticos, não apenas pela sua qualidade e complexidade, que advém da riqueza das nossas vinhas velhas, mas sobretudo pela sua consistência. É um “valor seguro”, um vinho que colheita após colheita tem conseguido estar à altura das expectativas do mercado, fidelizando o consumidor”.

Recorde-se que este foi o único vinho português a alcançar um histórico 3º lugar no Top 100 da Wine Spectator em 2008, o mais influente ranking de vinhos do mundo, onde desde então manteve presença por três vezes. No ano passado, a colheita de 2009 foi considerada pela revista inglesa Decanter como “altamente recomendável” e Robert Parker, o mais influente crítico de vinhos, classificou-a como “oustanding”, atribuindo-lhe 93 pontos.

O Reserva Vinhas Velhas 2010 é produzido com as uvas das vinhas velhas da Quinta do Crasto, que pela sua complexidade de castas permite a produção de um vinho com uma intensa projecção aromática e uma estrutura muito elegante e fresca. Ideal para acompanhar pratos de carne ou caça.

Quinta do Crasto Reserva Vinhas Velhas 2010: 0,75 L, P.V.P. 28 €

Pub

Informação relacionada