Jardim dos Segredos no 8ª Avenida

Author: Share:

O 8ª Avenida, em parceria com a Delegação da Cruz Vermelha Portuguesa de São João da Madeira e do Centro de Atendimento Para Vítimas de Violência Doméstica, promove uma ação de sensibilização sobre Violência Doméstica, que vai ter lugar entre os dias 22 de novembro e 2 de dezembro, no piso 0, ala sul, do Centro Comercial 8ª Avenida em São João da Madeira.

O número de pessoas vítimas de Violência Doméstica tem vindo a aumentar todos os anos, bem como o preconceito em torno desta realidade. Neste sentido, o 8ª Avenida e a Delegação da Cruz Vermelha Portuguesa de São João da Madeira promovem uma ação de sensibilização junto da comunidade civil intitulada Jardim dos Segredos. Esta iniciativa inclui uma exposição que recria 7 cenários com imagens alusivas aos diversos tipos de violência, uma exposição de pintura e um espaço de reflexão.

São sete os cenários apresentados no Jardim dos Segredos. O primeiro é Violência no Namoro, que vai contar a história de um casal de namorados adolescentes. O cenário número dois retrata a Violência Conjugal e Interparental, quando uma criança assiste à violência entre os pais. Menos frequente mas a constatar um aumento acentuado, a Violência Doméstica também afecta os homens. Muitas vezes trata-se de violência psicológica mas é igualmente importante e traumática quanto a violência física.

O quarto cenário representa um tipo de violência que tem gerado algum mediatismo, a violência contra pessoas idosas, seja num lar ou na casa da vítima, por exemplo. No cenário número cinco, vai estar representada uma situação de violência que teve um desfecho de morte. No sexto cenário vão estar dois manequins a representar uma situação de violência entre um homem e uma mulher grávida de 8 meses, que tenta proteger ao máximo o seu filho. Por fim, o sétimo cenário representa a Violência Doméstica contra as crianças por parte dos pais. A história que é contada neste cenário é de uma criança de dez anos de idade, vítima de violência por parte da mãe e o pai mostra-se indiferente perante a situação.

A exposição de pintura contempla a apresentação de um conjunto de telas, que na sua essência, retratam e representam “O sofrimento de uma vida”, um testemunho verídico e silencioso pautado por maus-tratos. “Sofrer no Silêncio”, “A minha vida era um arco-íris”, “Olhos que não veem, não te deixes cegar” são alguns dos títulos das obras que estarão em exposição da autoria de Palmira.

A Exposição inclui um espaço de reflexão para todos nós. Esperar mais para quê? Veja com os seus próprios olhos… porque afinal ELA existe…

Esta iniciativa pretende assim chamar a atenção das pessoas, alertar para futuras ocorrências e para pedidos de ajuda de amigos, familiares ou vizinhos. “Não faça da violência Doméstica o seu segredo! Denuncie…” é um dos motes da ação de sensibilização da Delegação da Cruz Vermelha Portuguesa de São João da Madeira.

Pub

Informação relacionada