“Sombras” de Rodrigo Alzamora no INDEG

Author: Share:

A Exposição “Sombras” do pintor português Rodrigo Alzamora vai estar em exposição no edifício INDEG/ISCTE, em Lisboa, até dia 12 de Dezembro. Depois das exposições de Hélio Cunha, Fernando Faria, Valter Marques, Ana Júlia ou Luís Botelho, o INDEG volta a dar visibilidade a artistas portugueses, de forma a promover a excelência da arte nacional.

“Sombras” volta a Portugal depois de ter estado patente, em Outubro passado, na Parallax Art Fair, em Londres, uma feira de arte onde participaram cerca de 200 artistas de todo o mundo. “Sombras” são uma série de quadros com silhuetas pretas em fundos coloridos, onde se destaca os quadros “Amália” e “A Guardiã”, sendo um conceito que Rodrigo Alzamora desenvolveu como uma maneira de incluir algum mistério na figura.

De acordo com Rodrigo AlZamora “A exposição “Sombras” são um convite à imaginação e à intervenção do espetador: Como ler um livro, onde temos de definir as personagens e imaginar os cenários. Elas também carregam uma mensagem de auto superação que nos empurra a ultrapassar os nossos limites para assim nos tornarmos o orador ideal, o cantor perfeito, o melhor empresário, o guardião todo-poderoso, etc. Atreva-se a olhar para a sua própria sombra…”

Rodrigo Alzamora, atualmente com 43 anos, viveu pelo mundo fora no Chile, Brasil, Uruguai, Suécia, Holanda, Itália e Portugal, tendo tido formação em vários ateliers de artistas, nomeadamente como retratista Luís Guimarães, em Lisboa.

A formação de Rodrigo Alzamora passou também por Florença onde estudou desenho, pintura, restauro e história de Arte no Instituto Palazzo Spinelli. No Florence Academy of Arts estudou num programa figurativo intensivo e extensivo baseado na Academia Francesa do Século XVII. Deu ainda cursos de pintura e escultura na Aliança Francesa de Florença, e em vários outros institutos.

Pub

Informação relacionada