Short Stories entram no espírito de Natal e dão ideias para presentes

Author: Share:

As Short Stories entram no espírito festivo e contam outras histórias. Lembram as primeiras “luzes” coloridas da cidade produzidas pela secular casa Vellas Loreto, em Lisboa, responsável pelas primeiras velas com cor feitas em Portugal, em 1845.

Evocam o tempo em que os homens esculpiam vidro com o fogo, através da arte dos mestres vidreiros da Vista Alegre/Atlantis, dos únicos sítios do país onde a técnica se mantém viva, onde foi feita uma garrafa que guarda as palavras que estão por dizer.

Reúnem páginas em branco num diário, onde se escrevem histórias para guardar em segredo, encadernadas segundo métodos artesanais e que se guardam depois numa elegante bolsa de veludo.

E lembram outras histórias bordadas em delicados Lenços de Namorados, por bordadeiras do Minho, berço da tradição, para celebrar o amor.

Trazem ainda notícias do Pai-Natal para os mais novos, numa carta que é quase um jogo e vem com uma bota para receber os presentes.

Esta é uma oportunidade para descobrir os produtos, feitos pelas mãos experientes de alguns dos melhores artesãos nacionais, com o selo das Short Stories, que aliam design e tradição.

Sandra Nobre, autora das Short Stories, abre as portas do atelier onde são escritas as histórias, localizado no jardim de um prédio da Avenida Guerra Junqueiro, onde crescem couves e ervas aromáticas, longe da vista de quem passa na rua.

As Short Stories são livros personalizados em formato A5, com os exclusivos papéis Fedrigoni e capa dura. A encadernação é executada por profissionais seguindo métodos artesanais, como os livros antigos. Pode ser um exemplar ou os que pretender.

Todos os produtos são hand made with love.

Pub

Informação relacionada