Philips de olhos postos no bem-estar futuro

Author: Share:

Foi num ambiente de convívio e descontração que a Phillips apresentou no dia 10 as grandes tendências e as estratégias para o futuro e que pretende sobretudo contribuir para a melhoria da qualidade de vida do ser humano em diversas vertentes.

Coube a Angeles Barrios, directora de comunicação e RSC, dar o mote e ao Country Manager da Philips em Portugal Manuel Eugénio divulgar as três macro-tendências já identificadas e que irão pautar o futuro até 2025.

De acordo com o responsável, duas em cada três pessoas irão viver na cidade e a inovação e desenvolvimento das cidades é uma das tendências. A Philips acredita que a iluminação é uma das grandes oportunidades das cidades na actual conjuntura económica, uma vez que a inovação na iluminação é uma fonte de poupança para as câmaras e uma oportunidade de cumprir compromissos de redução de emissões de carbono. A tecnologia LED em conjunto com os sistemas de controlo e gestão permite reduzir os custos energéticos da cidade no que respeita à iluminação pública e em casa, no campo da iluminação interior.

Os valores felicidade, saúde, bem-estar vão prevalecer sobre a segurança económica até 2025. A principal preocupação das pessoas será viver com qualidade, dando primazia ao bem-estar. Nesta tendência encaixa o segmento de consumo e estilo de vida da Philips que já tem no mercado muitos equipamentos destinados não só à promoção de uma melhor qualidade de vida tanto na cozinha, com aparelhos que facilitam a alimentação saudável; como nos distúrbios do sono, com aparelhos que permitem um despertar mais confortável e natural; saúde oral ou amamentação materna.

No caso da cozinha saudável, a associação da Philips ao programa MasterChef Portugal em que os concorrentes puderam experimentar as mais recentes inovações ao nível de tecnologia de pequenos electrodomésticos.

Outra parceria recente referida pelo Country Manager foi a estabelecida com a Disney passando a Philips a disponibilizar uma gama de produtos inovadores, estimulantes e dinâmicos para as crianças e famílias, transformando, por exemplo, a iluminação doméstica numa experiência digital que permite a interação das crianças com as histórias e personagens da Disney através da conexão da iluminação a livros electrónicos.

A terceira grande macro-tendência identificada prende-se com o aumento da Esperança Média de Vida a que nem sempre corresponde a um aumento da qualidade de vida. Nesse sentido a Philips aposta em equipamentos médicos como ressonâncias magnéticas, rx, cardiotacógrafo.

“Em 90% dos bebés portugueses, a mãe esteve ligada a um cardiotacógrafo Philips”, disse Manuel Eugénio.

A estratégia de inovação da Philips para chegar ao objetivo de criar eficiências e transformar a saúde pública assenta em três eixos: uma nova abordagem na prestação de assistência médica para garantir a transição do paciente do hospital para a casa, introdução de tecnologias nos hospitais que reduzam os custos das intervenções e a transformação da saúde pública através da inovação na gestão das instituições fornecedoras de assistência médica.

Além destes três eixos a Philips está empenhada em contribuir para o desenvolvimento do conhecimento científico mediante a colaboração com os centros de referência na pesquisa clínica.

Informação relacionada