Chita é o animal do mês no Jardim Zoológico de Lisboa

Author: Share:

Sabia que a Chita é o animal terrestre mais rápido do Mundo em curtas distâncias?

Com pelagem às pintas e uma linha de pelos escuros em forma de “lágrima” em cada olho, esta espécie é inconfundível. Outra característica impar é a sua velocidade, nas suas caçadas pode mesmo chegar a uns impressionantes 120 km/h sem tocar com as patas no chão durante 50% do tempo de corrida.

O seu corpo leve, membros esguios e coluna flexível fazem com que consiga atingir os 75 km/h em apenas 2 segundos. Esta característica é muito útil na sua caçada, que implica sempre uma corrida rápida para alcançar as presas, gazelas e impalas.

Por ser inteligente e um verdadeiro felino, as Chitas caçam durante o dia para evitar o confronto com os grandes predadores que caçam à noite, como os Leões ou Hienas.

A Chita consegue ter uma vida tão solitária como social. As relações entre adultos são apenas temporárias, mas as crias permanecem com as mães nos dois primeiros anos de vida. Com estas aprendem tudo o que precisam para sobreviver na vida selvagem, nomeadamente a caçar. Quando se tornam independentes, as pequenas Chitas nunca se afastam totalmente da progenitora e é comum que os irmãos se mantenham juntos durante toda a vida.

O Jardim Zoológico participa no Programa Europeu de Reprodução (EEP) desta espécie e colabora para o seu Studbook Internacional (ISB), orgulhando-se do nascimento de 5 crias ao seu cuidado, um passo gigante para a frágil sobrevivência da espécie.

Conheça esta fantástica espécie no Trilho das Chitas do Jardim Zoológico.

Sabia que a Chita é o animal terrestre mais rápido do Mundo em curtas distâncias?

Com pelagem às pintas e uma linha de pelos escuros em forma de “lágrima” em cada olho, esta espécie é inconfundível. Outra característica impar é a sua velocidade, nas suas caçadas pode mesmo chegar a uns impressionantes 120 km/h sem tocar com as patas no chão durante 50% do tempo de corrida.

O seu corpo leve, membros esguios e coluna flexível fazem com que consiga atingir os 75 km/h em apenas 2 segundos. Esta característica é muito útil na sua caçada, que implica sempre uma corrida rápida para alcançar as presas, gazelas e impalas.

Por ser inteligente e um verdadeiro felino, as Chitas caçam durante o dia para evitar o confronto com os grandes predadores que caçam à noite, como os Leões ou Hienas.

A Chita consegue ter uma vida tão solitária como social. As relações entre adultos são apenas temporárias, mas as crias permanecem com as mães nos dois primeiros anos de vida. Com estas aprendem tudo o que precisam para sobreviver na vida selvagem, nomeadamente a caçar. Quando se tornam independentes, as pequenas Chitas nunca se afastam totalmente da progenitora e é comum que os irmãos se mantenham juntos durante toda a vida.

O Jardim Zoológico participa no Programa Europeu de Reprodução (EEP) desta espécie e colabora para o seu Studbook Internacional (ISB), orgulhando-se do nascimento de 5 crias ao seu cuidado, um passo gigante para a frágil sobrevivência da espécie.

Conheça esta fantástica espécie no Trilho das Chitas do Jardim Zoológico.

Pub

Informação relacionada