Projeto shair promove de forma inovadora artistas emergentes

Author: Share:

O projeto shair nasce da vontade de colmatar uma gap no mercado das artes contemporâneo: a falta de um espaço partilhado, onde caibam todos os artistas emergentes e estes tenham possibilidade de ganhar reconhecimento e visibilidade.

A shair é um projeto bipartido entre uma plataforma online e um espaço físico de galeria, cujo propósito é dar uma oportunidade de divulgação, exposição e comercialização a artistas emergentes, fornecendo canais para que o seu nome e trabalho sejam notados.

Qualquer autor de uma obra já finalizada, inserida nas categorias de desenho e ilustração, pintura, escultura e fotografia, está apto a submetê-la no website da shair (www.shairproject.com). Mediante uma pré-selecção, que salvaguarda a coerência e credibilidade do projeto, tutelada por um especialista, as obras ficam sujeitas a votação na plataforma online. Bimensalmente, 60% das obras com maior número de votos são selecionadas para integrar a exposição seguinte, a exibir na galeria emergentes dst – Rua do Raio, nº 175, Braga. Os restantes 40% são deixados ao critério de um júri convidado. António Franchini, administrador da galeria Ap’Arte, Fernando Mendonça, diretor da agência We Art, Mário Sequeira, administrador da galeria bracarense com o mesmo nome e o artista plástico João Louro tiveram já este papel. Todas as obras selecionadas passam a estar disponíveis para venda, sob uma lógica de leilão, definindo o autor um valor base para a mesma.

O potencial de uma obra adquirida na plataforma shair é exponencial: não só se trata da aquisição de uma obra exclusiva e única, como, e uma vez que estamos a falar sobre trabalhos de artistas (ainda) emergentes, a longevidade temporal poderá trazer-lhe um grande acréscimo de valorização. Simultaneamente, a shair dispõe de um serviço de planeamento e aconselhamento para grandes encomendas. Sob alçada de um elemento da equipa com funções de curadoria, e mediante o budget definido pelo cliente, segue-se um estudo do espaço a que as obras se destinam e o planeamento de uma combinação de obras de arte que crie diálogos pertinentes dos pontos de vista estético, funcional e artístico.

A inaugurar no próximo dia 13 de Setembro, a shair apresentará nesta 5ª exposição um total de 61 obras, desenvolvidas por 30 artistas emergentes. Esta mostra estará disponível até dia 15 de Novembro.

Pub

Informação relacionada