Atletas de elite prometem prova extraordinária

Author: Share:

No próximo domingo, dia 14 de setembro, realiza-se a 8ª edição da Meia Maratona Sport Zone, no Porto, um evento que até ao momento conta com 11.000 atletas inscritos, esperando-se que possa ainda ser atingido o número total de 15.000 participantes

Com início agendado para as 10h20, a partida será junto à zona da Ponte do Freixo e termina no Largo do Cais Calém, junto à Foz do Rio Douro. Entre os milhares de participantes no percurso de 21,0975kms, a Meia Maratona Sport Zone apresenta nesta edição um quadro competitivo de elite do mais alto nível.

Nos atletas internacionais, no sector masculino, destaque para Bernard Kipyego (Quénia), com 59m10s de recorde pessoal nesta distância, e que já representou o Quénia nos Mundiais de 2013 em Moscovo na maratona. Este ano, Bernard Kipyego já desceu da hora na meia maratona, com o tempo de 59m47s nos Emirados Árabes Unidos, a 14 de fevereiro. Nota ainda para Tujuba Megersa (Etiópia), com 59m43s de recorde pessoal na meia maratona.

No quadro de atletas internacionais, surgem ainda alguns nomes com excelentes tempos na maratona, como Tsegaye Mekonnen (Etiópia), com 2h04m32s, e David Kiyeng (Quénia), com 2h06m26s.

Realce ainda para outros nomes com excelentes registos em pista e que poderão melhorar os seus tempos na Meia Maratona Sport Zone: Vincent Chepkok (Quénia), com 12m51,45s aos 5.000m e 26m51,58s aos 10.000m (e apenas 61m39s na meia maratona), e Titus Mbishei (Quénia), com 26m59,81 aos 10.000m (e apenas 62m30s na meia maratona).

Ao nível de estreias na meia maratona, surge em destaque o nome de Daniel Kipchirchir Komen (Quénia), um dos melhores de sempre nos 1.500m, com 3m29,02s.

Nos atletas portugueses, realce para Rui Pedro Silva, o mais completo fundista português dos últimos anos, e terceiro classificado da Maratona do Porto em 2013. Rui Pedro Silva foi campeão nacional em 5.000 m (2005 e 2009), 10.000 m (2008), corta-mato curto (2006), corta-mato longo (2007 e 2009) e estrada (2009).

Nota também para Ricardo Ribas, antigo campeão nacional de crosse curto, e o melhor atleta português na última maratona dos Campeonatos Europeus de atletismo, em Zurique, na Suíça, ao terminar a corrida no décimo lugar.

Em inscrição recente surge também o nome de Pedro Ribeiro, do Maia A.C, considerado um dos melhores atletas nacionais nos 3.000m obstáculos.

No sector feminino, relativamente às atletas internacionais com melhores marcas, destacam-se Pauline Njeri (Quénia), com 67m55s na meia maratona, assim como um de conjunto de atletas com bons resultados na meia maratona e maratona: Diana Chepkemoi (Quénia), com 68m08s e 2h26m53s, Agnes Barsosio (Quénia), com 70m25s e 2h24m03s, e Alice Timbilil (Quénia), com 68m,56s e 2h25m03s.

Nas atletas portuguesas destaca-se Ana Dulce Félix como grande figura. Ana Dulce Félix é a recordista nacional da meia maratona com 68m33s, tempo estabelecido em Lisboa a 20 de Março de 2011. A atleta que atualmente representa o Sport Lisboa e Benfica foi campeã da Europa dos 10.000m em 2012, e detém um máximo pessoal de grande valia na maratona, de 2h25m40s.

Destaque também para Sara Moreira, atleta do Maratona Clube de Portugal, campeã europeia dos 3.000m em 2013 e duas vezes medalhada nos campeonatos da Europa nos 5.000m.

Pub

Informação relacionada