MasterCard deteta aceitação rápida dos pagamentos contactless

A MasterCard anunciou que está a estabelecer a aceitação dos pagamentos sem contacto (contactless) como standard em toda a Europa junto dos comerciantes que aceitem cartões MasterCard e Maestro, de forma a garantir que os consumidores possam fazer pagamentos usando os seus cartões contactless ou os seus dispositivos com ligação NFC (Near-Field Communication) em todos os terminais de venda na Europa até 2020.

“Os europeus já podem usar cartões contactless ou dispositivos com ligação NFC para fazer pagamentos móveis em 36 países da Europa e é desde já evidente o seu entusiasmo por esta forma simples e segura de pagar ” – afirmou Javier Perez, presidente MasterCard Europa. “A venda de smartphones com ligação NFC deverá quadruplicar nos próximos cinco anos, segundo a empresa de estudos de mercado IHS Technology. E a MasterCard pretende assegurar que os pagamentos móveis e contactless sejam simples e seguros em qualquer ponto da Europa, tornando mais fácil para o consumidor fazer pagamentos em qualquer momento, onde quer que esteja.”

A MasterCard está a fixar prazos de conformidade para os pagamentos contacless e NFC com tempo suficiente para contemplar o normal ciclo de vida dos terminais de compras:

· – Os terminais de venda (POS) poderão ser substituídos no fim do seu ciclo de vida útil, o mais tardar até ao primeiro dia de janeiro de 2020;

· – Os novos terminais POS terão que estar conforme o novo standard em implementação a partir de 1 de janeiro de 2016.

A prova de que esta tecnologia está a ter uma rápida adoção por parte dos consumidores surge através do estudo sobre pagamentos contactless conduzido pela PRIME Research, entre 1 de novembro de 2’13 e 30 de abril de 2014, que confirma que os consumidores apreciam a comodidade dos pagamentos sem contacto e estão na expectativa de que os comerciantes adotem rapidamente esta tecnologia.

De acordo com a PRIME Research, os principais países da Europa onde os consumidores estão ansiosos para adotar os meios de pagamentos sem contacto e integrá-los nas suas rotinas diárias são o Reino Unido, a Polónia, a Rússia, Itália, Hungria e a França.

No Reino Unido os consumidores vêm a aceitação de pagamentos sem contato e a velocidade de adoção por comerciantes como um fator de diferenciação. Já os Moscovitas elegem a comodidade de pagar o bilhete do metropolitano com o seu cartão MasterCard PayPass. O estudo indica ainda que os consumidores estão ansiosos para um maior nível de aceitação por parte dos comerciantes.

Chris Kangas, Responsável-máximo pelos Pagamentos Contactless da MasterCard na Europa, conclui: “Só em 2013 o número de transações sem contato com cartões MasterCard e Maestro na Europa triplicou e o volume gasto com essas transações aumentou quatro vezes. Os utilizadores dizem-nos nas redes sociais que adoram este tipo de tecnologia e que querem mais! E o anúncio de hoje é o passo necessário para atingir um novo marco na tecnologia contactless”.

Recomendado para si

Empresas Sonae oferecem mais de 50 estágios As Empresas Sonae estão à procura de mais de 50 jovens talentos de elevado potencial, finalistas de licenciatura e mestrado nas mais diversas áreas de...
Sonae Sierra elege novos conceitos para os seus Centros Come... A Sonae Sierra, especialista internacional em centros comerciais, acaba de eleger os cinco projetos vencedores do concurso "Rising Store", uma iniciat...
Perfil do CEO: homem, 54 anos e com um MBA Eis o perfil global do CEO: homem, em média com 54 anos de idade, e com estudos em Harvard, na Universidade de Oxford ou em Cambridge. Estes são apena...
Flesk apoia desempregados no regresso ao mercado de trabalho A Flesk Telecom acaba de lançar mais uma iniciativa na área da responsabilidade social no âmbito da qual se propõe ajudar trabalhadores atualmente em ...
4ª Feira do Emprego e Formação do Seixal no RioSul Shopping... Ofertas de emprego e soluções alternativas ao desemprego é o que poderá ser encontrado na 4ª Feira do Emprego e da Formação do Seixal, que decorre de ...
Interbrand revela “Best Global Brands 2013” Depois de treze anos a liderar conseguirá a Coca-Cola manter o primeiro lugar do ranking? Qual será a nova posição de gigantes como a Apple ou Google?...