Caran d’Ache lança edição limitada e exclusiva em homenagem a Fernando Pessoa

Author: Share:

A Caran d’Ache – Maison de Haute Ecriture – apresentou a sua mais recente preciosidade para o mercado português: uma coleção de instrumentos de escrita composta por caneta de tinta permanente e roller, dedicada ao poeta, filósofo e escritor Fernando Pessoa. As canetas são acompanhadas por uma elegante caixa, com a inscrição da frase “Tudo vale a pena se a alma não é pequena” e as datas de nascimento e falecimento de Fernando Pessoa.

A coleção é composta por 888 canetas de tinta permanente e 888 roller Léman, em alusão ao número 8 que tinha um significado especial para o nobre poeta português e está à venda nos mercados português, angolano e brasileiro, mas disponível para encomenda nos restantes mercados.

A elegância do preto brilhante, conseguido pela aplicação de várias camadas de laca da China e revestimento em ródio, para uma escrita suave, conjuga-se na perfeição com o aparo prateado, que exibe a gravação do busto do poeta. Também o topo da tampa contém uma gravação a laser do busto do escritor ao estilo marca d’água. O pormenor final e singular é dado também na tampa com a gravação da assinatura de Fernando Pessoa.

Produzida na única fábrica da Caran d’Ache, em Genebra, a coleção “Fernando Pessoa” é uma iniciativa conjunta com a portuguesa Anjersil, representante nacional da marca desde 2007, de quem partiu a ideia de enaltecer o poeta.

“Cada vez mais devemos valorizar o que é português e a Caran d’Ache também demonstrou vontade de contribuir nesta missão. Por isso decidimos apostar na criação de duas peças de luxo, envoltas numa mística especial, para homenagear um ícone de Portugal. É a primeira vez que um grande nome português, como é o caso de Fernando Pessoa, é homenageado por portugueses no seu país, através de instrumentos de escrita produzidos nos conceituados ateliers da Maison Caran d’Ache”, explica Pedro Jerónimo da Silva, responsável da Anjersil.

O evento de lançamento da coleção realizou-se ontem ao final da tarde, na Casa Fernando Pessoa, e contou com a presença de 100 convidados, entre os quais o CEO da Maison de Haute Ecriture, Jean-Francois de Saussure, que esteve pela primeira vez no nosso país para um evento da marca, bem como de Miguel Frasquilho, Presidente da AICEP, e de várias figuras ilustres da sociedade portuguesa ligadas à cultura e escrita.

PVP’s recomendados:

Caneta permanente – 898€

Roller – 648€

Informação relacionada