Quinta de Lemos Touriga Nacional 2009 bem classificado

Author: Share:

As elevadas pontuações internacionais alcançadas pelos vinhos da Quinta de Lemos refletem a qualidade e exigência deste produtor e projeta a marca a nível mundial

A Quinta de Lemos, Adega da região do Dão, recebe excelente pontuação no concurso mundial dos Estados Unidos da América, Ultimate Wine Challenge (UWC), promovido pela Ultimate Beverage Challenge (UBC), que tem como objetivo dar conhecer os melhores vinhos mundiais. Na 5ª edição do UWC, realizada em Westchester, em Nova Iorque, estiveram a concurso mais de 850 vinhos de todo mundo e a Quinta de Lemos alcança o prémio “Chairman’s Trophy” (distinção mais importante) na categoria de ‘Vinhos Tintos Portugueses’, com o vinho Touriga Nacional 2009 (96 pontos). Esta pontuação é a segunda melhor pontuação de todo o concurso para os vinhos tintos mundiais, tendo o vinho tinto melhor pontuado atingido os 97 pontos. É também finalista desta mesma categoria o vinho Dona Santana 2009 (94 pontos). Recorde-se que a colheita de 2009 foi lançada no primeiro trimestre de 2014.

Hugo Chaves, Enólogo da Quinta de Lemos, explica a importância do reconhecimento internacional: “Os vinhos da Quinta de Lemos privilegiam a qualidade. A colheita de 2009 mereceu uma especial atenção na sua evolução e a prova disso é termos vinhos tão especiais. Queremos que os nossos vinhos apresentem e representem Portugal no mundo e acreditamos que estes vinhos cumprem o objetivo e mostram o vinho português com o elevado nível que tem”.

O vinho Touriga Nacional 2009, que chegou aos 96 pontos, é o segundo melhor vinho a nível mundial no concurso internacional dos EUA. É um vinho “cor vermelho-sangue, de aroma maduro, levemente adocicado e muito atraente. De sabor intenso a frutos negros como mirtilo, cássis, presença de frutos secos como tâmaras e avelã, envolvidos em taninos suaves e uma textura sedosa. Lindo, clássico”. Esta foi a segunda maior pontuação do concurso, embora partilhada com mais 3 vinhos de outras categorias. O único vinho que superou esta nota foi um tinto francês, com 97 pontos. O vinho Dona Santana 2009, finalista da categoria dos ‘Vinhos Tintos’ com 94 pontos, é um vinho de “cor quase negra. Aroma a terra molhada, chão da floresta, folhas e flores secas. Sabor a amora e geleia de ruibarbo, sabores que se fundem bem com os taninos. Denso, boa fruta”.

No concurso liderado pelo fundador da UBC, F. Paul Pacult e coadjuvado por Sean Ludford, além da pontuação, os vinhos obtiveram as seguintes distinções, como um guia para os consumidores finais: 95-100 Extraordinário, 90-94 Excelente/altamente recomendado, 85-89 Muito Bom/Recomendação Forte e 80-84 Bom/Recomendado.

Pub

Informação relacionada