LOGO celebra 7º aniversário com mais de 100 mil clientes

Author: Share:

Primeira seguradora directa low cost no mercado português, a LOGO atingiu o break-even no primeiro semestre de 2014 e conta com uma quota superior a 20% no Mercado Directo (Total e Auto), mais de 30% em Casa e lidera em Saúde, com uma quota que ultrapassa os 50%.

“Estamos orgulhosos por ter alcançado o break-even seis anos e meio após o lançamento da nossa oferta inovadora no mercado nacional. O timing normal de uma seguradora directa para atingir este resultado situa-se entre 8 a 10 anos, fica assim comprovada a grande aceitação dos consumidores da nossa proposta de valor focada na simplicidade e rapidez de processos, sem complicações ou burocracias, e que permite poupanças efetivas” refere José Pedro Inácio, director-geral da LOGO. “Em 2015 esperamos continuar a crescer a dois dígitos em saúde e casa, enquanto no auto, um mercado mais maduro, esperamos um crescimento mais moderado”, acrescenta.

A LOGO oferece uma oferta “triple-play” de seguros, com Auto, Casa e Saúde e que tem sido um dos principais vectores de consolidação do negócio, representando mais de 20% das vendas novas da empresa e abrangendo já mais de 10% da carteira.

Com um ADN totalmente vocacionado para a inovação e uma clara aposta nas novas tecnologias, a seguradora lançou recentemente um site multidevice totalmente responsive e optimizado para qualquer dispositivo, para além da app myLOGO (www.appmylogo.pt), que conta com mais de 5 mil registos efectuados e que permite, por exemplo, o pagamento de um recibo ou a participação de um sinistro com todo o processo posterior, incluindo a marcação de peritagem, ou até a marcação de consultas de saúde e pesquisa dos prestadores de serviços mais próximos.

“A LOGO veio colmatar as exigências dos novos consumidores, cada vez mais digitais e com necessidade de resposta imediata, independentemente do local onde se encontre, e colocou literalmente na palma da mão dos seus clientes a possibilidade de gerir todos os aspectos dos seus seguros. Confirmando o sucesso da nossa estratégia digital, o peso dos canais digitais já supera os 20% no negócio e o mobile já representa mais de 15% do tráfego nas plataformas online” conclui o responsável.

Pub

Informação relacionada