Azeites CARM distinguidos com medalha de ouro no mais conceituado concurso oleícola do mundo

Author: Share:

Os azeites virgem extra da CARM, Casa Agrícola Roboredo Madeira – foram distinguidos na mais prestigiada competição mundial organizada pelo conselho oleícola internacional, Mário Solinas, em Madrid, com o prémio na categoria mild green fruitiness (frutado verde ligeiro) e duas menções honrosas na categoria de ripe fruitiness (frutado maduro).

“A CARM foi uma das primeiras marcas em Portugal a apostar em produtos de qualidade. Estamos muito orgulhosos com estes prémios que são resultado de um trabalho com mais de vinte anos apostando na qualidade da matéria-prima, na excelência de processos de produção e um lagar moderno com oliveiras milenares.” sublinha Filipe Roboredo Madeira, responsável pelos azeites e administrador da marca.

A segunda edição do concurso Mário Solinas organizado pelo conselho oleícola internacional analisou 47 azeites extra virgem de onze países diferentes. Portugal com 16 e Espanha com 17 eram os mais representados, numa lista que contava com variedades produzidas nos vários continentes: Australia (1), Argentina ( 3) Chile (3) Grécia ( 1) Israel ( 1) Italia ( 2) Peru (1) Tunisia ( 1) Uruguai ( 1).

O concurso Mário Solinas, organizado pelo Conselho Oleícola Internacional, é a mais prestigiada competição oleícola internacional que decorre em Madrid. Para atribuição deste prémio de qualidade, os jurados avaliaram os azeites a concurso segundo a intensidade e tipo do frutado, tendo por base o certificado de análise sensorial: Frutado Verde (Ligeiro <3 ; Médio 3 < m < 6 ; Intenso m > 6) e frutado maduro.

Os seis azeites com pontuações mais elevadas em cada categoria são declarados finalistas e passam a ser julgados por um júri internacional. Para escolher os vencedores de cada categoria, o painel internacional de juízes tem em conta os seguintes indicadores sensoriais: olfativos, gustativos e retro nasal; e ainda a harmonia, complexidade e persistência dos azeites.

Pub

Informação relacionada

Deixar um comentário