Prémio Intermarché Produção Nacional garante escoamento de produtos portugueses

Author: Share:
premio-intermarche-producao-nacional-garante-escoamento-produtos-portugueses

Foram divulgados os 6 vencedores da 3ª edição do Prémio Intermarché Produção Nacional (PIPN), numa cerimónia que decorreu no Instituto Superior de Agronomia e contou com a presença de Ministro da Agricultura, Florestas e Desenvolvimento Rural, Dr. Luís Capoulas Santos.

As empresas cujos projetos obtiveram a melhor avaliação do Júri combinando as vertentes de inovação, sustentabilidade e respeito pelas origens foram: VIVID FOODS, LDA, na categoria Carnes e Preparados de Carne; Receituarium, Lda em Produtos da Pesca e Preparados de Pesca; POM-Portugal, LDA em Fruta e Preparados de Fruta; Hubertus J. Lenders (Bonjardim) em Produtos Processados – Vinho; Adolfo Ângelo Cândido Henriques (Granja dos Moinhos) em Produtos Processados – Queijo; Quinta dos Fumeiros (Presunto de Peru) em Produtos Processados – Enchidos. Pela qualidade dos projetos apresentados o Júri decidiu ainda atribuir duas Menções Honrosas aos que, não tendo sido premiados, se destacaram pela sua qualidade e potencial: a Quinta dos Fumeiros com o Cachaço de Porco e Coresa – Conserveiros Reunidos, SA. Estas duas Menções Honrosas estão na Categoria Processados – Enchidos e Preparados de Pesca, respectivamente.

O escoamento dos produtos dos projetos vencedores será assegurado não só na rede nacional de lojas do Intermarché, mas também – sempre que se justifique – nos pontos de venda da insígnia em França, Bélgica e Polónia.

O anúncio dos melhores projetos foi antecedido pelo debate “Produtos e Produtores: O futuro da Agricultura Nacional”, que contou com a moderação de João Vieira Pereira, Diretor Adjunto do Expresso e com a participação da Ministro da Agricultura, Florestas e Desenvolvimento Rural, Dr. Luís Capoulas Santos, da Presidente do Instituto Superior de Agronomia, Amarilis de Varennes, da Diretora-Geral da APED, Ana Trigo Morais, do Presidente da Portugal Foods, Amândio Santos, do Presidente da CAP, João Machado e ainda o responsável pelo projeto Aromáticas Vivas, um dos vencedores do Prémio Intermarché na edição de 2015, Daniel Campelo.

“Esta terceira edição do Prémio Intermarché Produção Nacional confirma as nossas expectativas e torna os nossos objetivos mais ambiciosos,” afirmou Vasco Simões, Administrador do Intermarché. “Queremos continuar a estar com todos os produtores, que acreditam no sector primário como um dos motores do desenvolvimento económico nacional. Queremos continuar a contribuir para que eles se tornem mais eficientes, mais rentáveis e mais competitivos. O seu crescimento será o nosso crescimento e com isso garantimos uma maior e melhor satisfação dos nossos clientes,” acrescentou ainda Vasco Simões no seu discurso de encerramento.

Todas as candidaturas foram avaliadas por um júri onde para além do Intermarché estiveram representantes todos os parceiros envolvidos nesta iniciativa: APED, CAP, FMV – Faculdade de Medicina Veterinária, ISA – Instituto Superior de Agronomia, Grupo Impresa e Quercus. Todo o processo de análise de candidaturas e de decisão de vencedores foi auditado pela EY (parceiro auditor).

A nível institucional, o Prémio Intermarché Produção Nacional conta com o apoio do Ministério da Agricultura, Florestas e Desenvolvimento Rural, Ministério do Ambiente, Ministério da Economia e Ministério do Mar.

Informação relacionada

Deixar um comentário