Sanofi lança STILNOITE, um novo suplemento alimentar para os distúrbios do sono

Author: Share:

Em Portugal, a Unidade de Consumer Healthcare da Sanofi acaba de lançar STILNOITE, um novo suplemento alimentar com tripla ação sobre o sono – com uma ação relaxante, facilita o sono e diminui os despertares nocturnos.

O número de horas de sono ideal para um adulto é de cerca de 7:30 a 8:00 horas, o que se traduz em benefícios ao nível do bem-estar social, psíquico, emocional e cognitivo.

Por outro lado, a privação de sono está associada a fadiga, cansaço excessivo, menor qualidade de vida e menor produtividade nas atividades diárias, apresentando também um impacto negativo nas relações familiares e sociais.

STILNOITE tem na sua composição extrato de Passiflora, Melatonina e extrato de Papoila da Califórnia e Melissa, refletindo a sua tripla ação.

A Passiflora age como um calmante natural e um sedativo leve. Pode ajudar a controlar a ansiedade, os distúrbios do sono (como a insónia) e os sintomas ligeiros de stress mental.

A Melatonina  tem uma ação sobre a fase inicial do sono, diminuindo o tempo de latência para adormecer e aumentando o tempo de duração do sono.

Por último, a Papoila da Califórnia e Melissa demonstraram evidência no alívio dos sintomas ligeiros de stress mental e um efeito positivo sobre o sono.

A posologia aconselhada é de duas cápsulas por dia, cerca de 30 minutos a 1 hora antes de deitar. O STILNOITE não provoca dependência nem habituação.

Existem muitos fatores que podem desencadear a insónia ou um sono de baixa qualidade, tais como: stress, ansiedade, hábitos de sono inadequados, ambiente envolvente desajustado, doenças do foro psiquiátrico, outras doenças (cardiovasculares, respiratórias, neurológicas, hormonais, musculoesqueléticas, dor) e medicamentos (para tratamento da epilepsia, depressão, pressão arterial, asma, narcolepsia).

Estes distúrbios de sono causam posteriormente mais stress e falta de confiança, cansaço e mudanças de humor. Portugal é, também, um dos países da Europa com o maior consumo de ansiolíticos, sedativos e hipnóticos.

Informação relacionada

Deixar um comentário