Deficiência de ferro afeta um em cada três portugueses

Author: Share:

Foi apresentada a campanha Uma saúde de Ferro é uma saúde sem Anemia no âmbito do Dia da Anemia, que se assinala no próximo dia 26 de novembro, uma iniciativa do Anemia Working Group Portugal – Associação Portuguesa para o Estudo da Anemia.

A deficiência de ferro, uma das principais causas de anemia, atinge cerca de um em cada três portugueses adultos, sendo essencial sensibilizar para a necessidade de prevenir a progressão para a condição mais grave – a anemia. Em Portugal 52.7% de todos os casos de anemia é devido a deficiência de ferro. No dia 26 de novembro (sábado) irá realizar-se um rastreio de Anemia e Deficiência de ferro no Arrábida Shopping e no Centro Comercial Colombo.

O ferro é um nutriente essencial para o organismo, para a saúde física e mental e para manter os níveis de energia adequados à actividade. A deficiência de ferro pode provocar vários sintomas, como por exemplo a fadiga, tonturas, falta de ar, maior suscetibilidade para infeções, aftas, dores de cabeça, queda de cabelo, intolerância ao frio, etc. A anemia causada por deficiência de ferro tem um impacto significativo na saúde, aumentando o risco de morbilidade e mortalidade hospitalar. Os doentes com anemia apresentam sintomas de fadiga e têm uma qualidade de vida reduzida quando comparados com doentes não-anémicos, tendo um impacto negativo na sua produtividade.

Em Portugal, segundo o estudo EMPIRE, um em cada 5 portugueses são afetados por anemia em algum momento da sua vida e 84% dos afetados não tinha conhecimento de ter a patologia. Apenas 2% dos inquiridos estava a fazer tratamento no momento do inquérito.

Para Robalo Nunes, presidente do Anemia Working Group, «é essencial sensibilizar a população para este tema, pois normalmente subvalorizam um dos sintomas mais comuns – a fadiga – associando-o a outras situações. No entanto, a deficiência de ferro ou a anemia, quando não é tratada poderão ter implicações sérias na qualidade de vida do doente».

Perante o diagnóstico o tratamento depende do que é mais adequado a cada situação e a cada doente.

Pub

Informação relacionada

Deixar um comentário