Churchill´s LBV eleito um dos 50 melhores no The Times

Author: Share:

O Vinho do Porto Late Bottled Vintage 2008 da Churchill’s está na lista dos 50 melhores da revista The Times, numa rigorosa seleção na qual estão incluídos os melhores vinhos de inverno, segundo Jane MacQuitty. A especialista revela que apesar de ter provado dezenas de dispendiosos Vintages para a preparação desta lista « foi surpreendida por um “humilde” LBV, absolutamente delicioso, complexo, com camadas sedutoras de especiarias, cravo da índia, amora, ameixa, que arruinou a concorrência».

Num outro mercado, a Noruega, o Churchill’s Vintage 2011 foi o destaque para o crítico Christer Byklum, que atribuiu 96 pontos a um vinho que se distingue pela” frescura e acidez, pelos taninos maduros, ricos e intensos, pelos aromas de amoras e especiarias, pela boca suculenta, e um muito longo final.”

Para este reconhecido especialista nórdico, merece ênfase também o Vinho do Porto Tawny 20 anos da Churchill’s, ao qual atribui uma classificação de 91 pontos ” por ser um vinho único, com uma excelente acidez, frutado, fresco, vivo, frutas secas, passas, couro, cerejas, e um adorável e longo final.”

A Churchill´s foi ainda reconhecida pelo site Norwegian Wine Club, no qual o Vintage de 2011 foi classificado com 94 pontos e o Tawny com 20 anos com 91 pontos. O NWC considera o Churchill’s Vintage de 2011 ” um porto muito jovem com boca de bagas escuras, ameixas, chocolate e especiarias. Um perfil de sabor denso e rico. Pode ser bebido neste inverno ou depois de 2025″ já no Tawny 20 anos destacou o “aroma um pouco mais masculino de caramelo queimado. Paladar poderoso e complexo de frutas secas e especiarias. Longo e rico fim de boca “.

Maria Emília Campos, Ceo da Churchill’s, afirma “O Reino Unido e a Noruega são dois mercados relevantes para as exportações da Churchill’s. O tradicional mercado do Reino Unido, afirma-se pela longa história entre os dois países, pela ligação histórica ao Vinho do Porto, e a Noruega, pelas especificidades dos países nórdicos: o monopólio e o enorme respeito destes povos pelos nossos vinhos e pelo nosso país.”

“Embora estes reconhecimentos sejam gratificantes, não queria deixar de ressalvar os comentários do Times acerca do nosso LBV. Numa altura em que a maioria das empresas de vinho do Porto optaram por um LBV comercial, refrigerado e filtrado a Churchill’s manteve produção do LBV TRADICIONAL: Um vinho produzido apenas com uvas letra A, envelhecido em toneis de 45.000 litros, engarrafado ao fim de 4 anos sem qualquer tipo de refrigeração ou filtração. Um vinho de excelência com um preço acessível” acrescenta a mesma responsável.

Pub

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

14 − 14 =