Volta ao Algarve – transmissão em direto para 55 países e 68 milhões de lares

A 43.ª edição da Volta ao Algarve em Bicicleta, que vai realizar-se entre 15 e 19 de fevereiro, será transmitida em direto para toda a Europa pela cadeia televisiva internacional Eurosport. Em Portugal a corrida poderá ser vista no canal desportivo e também na TVI 24.

A prova terá uma hora diária de transmissão em direto para 55 países e 68 milhões de lares, reforçando a divulgação de um grande espetáculo desportivo e mostrando ao Mundo a região do Algarve e o seu potencial enquanto território turístico e velocipédico.

A transmissão em direto será possível graças ao investimento da Região de Turismo do Algarve (RTA) e da Associação Turismo do Algarve (ATA), em parceria com o Turismo de Portugal, que encaram a Volta ao Algarve, organizada pela Federação Portuguesa de Ciclismo, como um extraordinário meio de promoção internacional da região. O apoio dos municípios que recebem as partidas e chegadas foi também importante para que se desse este passo decisivo para o crescimento da Volta ao Algarve.

«A transmissão da Volta ao Algarve valoriza e dá notoriedade a esta região, que é um destino turístico de excelência para as bicicletas, nas suas diferentes vertentes. Somos uma região com excelentes condições naturais e paisagísticas, com percursos cicláveis e com grande oferta hoteleira, de cultura, património e gastronomia. O direto permitirá alavancar a notoriedade internacional do mais importante destino turístico do país», frisa o presidente da RTA, Desidério Silva.

«A ATA, responsável pela promoção internacional do Algarve, congratula-se com a divulgação da região pela Eurosport em toda a Europa, pois permite-nos chegar aos nossos principais mercados emissores de turistas. Mostrar o destino nesta altura do ano através da Volta ao Algarve é uma excelente oportunidade promocional para o Algarve», afirma o presidente da ATA, Carlos Luís.

O presidente da Federação Portuguesa de Ciclismo, Delmino Pereira, salienta a cooperação entre os diversos atores envolvidos. «Destaco a excelente cooperação estabelecida entre a Federação e as entidades que tornaram possível o direto televisivo: a RTA e a ATA, as autarquias, o IPDJ e os patrocinadores. O incremento de mediatismo da Volta ao Algarve valoriza a corrida e o ciclismo, pois intensifica-se um novo pico de atenção pública sobre a modalidade, que traz benefícios para as equipas e os corredores participantes, portugueses e estrangeiros. Por outro lado, é a afirmação do ciclismo enquanto meio privilegiado para a divulgação e dinamização turística», declara Delmino Pereira.

O direto televisivo irá potenciar ainda mais a capacidade de penetração mediática global da Volta ao Algarve, um evento que, em 2016, sem transmissão, registou a presença de mais de 100 jornalistas e que motivou a publicação de mais de mil peças jornalísticas em 27 países.

A 43.ª edição Volta ao Algarve será disputada por 200 corredores, em representação de 25 equipas. Estarão presentes algumas das maiores estrelas mundiais da modalidade. Entre as equipas participantes contam-se 12 do WorldTour, a Liga dos Campeões do ciclismo.

A corrida terá cinco etapas e um total de 772 quilómetros. A primeira etapa, entre Albufeira e Lagos, terá 182,9 quilómetros, sendo uma oportunidade para os velocistas. No segundo dia os corredores vão completar 189,3 quilómetros, entre Lagoa e o alto da Fóia. A meta coincide com um prémio de montanha de primeira categoria e será o primeiro teste aos candidatos à camisola amarela. A terceira etapa é um contrarrelógio individual de 18 quilómetros, em Sagres. Os sprinters terão nova oportunidade no final da quarta jornada, uma viagem de 203,4 quilómetros, entre Almodôvar e Tavira. A quinta e derradeira tirada liga Loulé ao alto do Malhão, uma chegada coincidente com uma contagem de montanha de segunda categoria, onde se decidirá a competição.

Equipas participantes
WorldTour: Astana (CAZ), Bora-hansgrohe (GER), Cannondale-Drapac (EUA), Dimension Data (RSA), FDJ (FRA), Katusha-Alpecin (SUI), Lotto NL-Jumbo (NED), Lotto Soudal (BEL), Movistar (ESP), Quick-Step Floors (BEL), Team Sky (GBR) e Trek-Segafredo (EUA).
Continental Profissonal: Caja Rural-Seguros RGA (ESP), Cofidis (FRA), Gazprom-RusVelo (RUS), Manzana Postobón (COL), Roompot-Nederlandse Loterij (NED) e Wanty-Groupe Gobert (BEL)
Continental: Efapel, LA Alumínios-Metalusa, Louletano-Hospital de Loulé, RP-Boavista, Sporting-Tavira e W52-FC Porto (POR), e Rally Cycling (EUA)

Recomendado para si

Festival Internacional de Balonismo volta a Coruche O Festival Internacional de Balonismo de Coruche, que teve a sua primeira edição em 2017, volta a aterrar nesta vila ribatejana. De 31 de Outubro a 4 ...
Desfile infantil de Halloween anima Alegro Alfragide O dia 1 de novembro vai ser mais assustador do que nunca, com os mais pequenos a desfilarem as suas máscaras “tenebrosas” no Centro Comercial Alegro A...
Jardim Zoológico prepara um Halloween assustador A 1 de novembro, no dia mais assustador do ano, o Jardim Zoológico abre as suas portas a todos os fantasminhas e bruxinhas para um dia cheio de surpre...
Concerto dos HMB assinala o 1º aniversário do MAR Shopping A... Os HMB vão proporcionar um concerto único aos visitantes do MAR Shopping Algarve, inserido na programação especial do 1º aniversário do centro comerci...
“Viver Guimarães” celebra a dança no mês de outubro Em Guimarães, o mês de outubro é dedicado à Dança! Dias 20 e 27 de outubro, a Praça da Restauração enche-se de movimento e recebe as performances da E...
Festas da Cidade de Torres Vedras com música, vinho e gastro... De 27 de outubro a 11 de novembro são mais de 80 as iniciativas de um programa que integra o festival internacional Acordeões do Mundo e que celebra T...