Festa Ibérica da Olaria e do Barro junta os maiores centros oleiros da Península Ibérica

Author: Share:

A 23.ª Festa Ibérica da Olaria e do Barro vai ter 63 expositores de Portugal e de Espanha. No certame vão participar oleiros e ceramistas de S. Pedro do Corval, Assafora, Valongo do Vouga, Reguengos de Monsaraz, Pombal, Beringel, Mourão, Évora, Lisboa, Vila Nova de Famalicão, Caldas da Rainha, Redondo, Guarda, A-da-Beja, Sintra, Almada, Mafra, Alhos Vedros, Baixa da Banheira, Gafanha da Nazaré, Vila Nova de Milfontes, Coimbra, Queluz, Trofa e Sabugal. Espanha estará representada com olarias de Salvatierra de los Barros e de Hornachos.

A Festa Ibérica da Olaria e do Barro é uma homenagem viva à arte da olaria, através de exposições, demonstrações ao vivo, jornadas ibéricas e música tradicional, pretendendo-se valorizar a olaria, chamar a atenção para o seu valor artesanal e artístico e apontar estratégias para o seu desenvolvimento económico e profissional. Este evento transfronteiriço de promoção cultural e turística da olaria é organizado em anos alternados em cada município há mais de duas décadas.

A cerimónia de abertura da Festa Ibérica da Olaria e do Barro vai decorrer na quinta-feira, às 18h, na Casa do Barro – Centro Interpretativo da Olaria de S. Pedro do Corval, seguindo-se às 22h o primeiro concerto do Festival de Música Ibérica, com o grupo Voces Al Alba. Na sexta-feira, a partir das 15h, realizam-se as Jornadas Ibéricas de Olaria e Cerâmica.

Durante os trabalhos, às 15h30 será apresentada a Associação Portuguesa de Cidades e Vilas Cerâmicas, por José Luís Almeida Silva, do Cencal, seguindo-se a primeira comunicação, de Anabela Caeiro, da Câmara Municipal de Reguengos de Monsaraz, intitulada “Moldar o Futuro com o Saber do Passado”, que é igualmente o tema das jornadas. A pintora Filippa Lobato vai falar sobre o “Projeto Piloto Sorrir de Novo – São Pedro do Corval – Toda a Aldeia é uma grande escola” e Miguel Alba Calzado, arqueólogo e diretor do Consórcio da Cidade Monumental de Mérida, vai abordar o tema “Espaços da olaria tradicional de Salvatierra de los Barros”. Antes do debate que vai encerrar os trabalhos, Reyes González Castaño, professor do Instituto San José, apresenta uma comunicação sobre a “Linguagem transfronteiriça da olaria tradicional”.

O Festival de Música Ibérica terá na sexta-feira, pelas 22h, a atuação da banda The Lucky Duckies, no sábado, à mesma hora, sobe ao palco o grupo Monda, e no domingo, às 18h, haverá um concerto com a banda e o coro polifónico da Sociedade Filarmónica Corvalense.

A 23.ª Festa Ibérica da Olaria e do Barro pode ser visitada na quinta-feira entre as 18h e a meia-noite. Na sexta-feira e no sábado o certame estará aberto ao público entre as 10h e a meia-noite, e no domingo das 10h às 23h.

Pub