Coca-Cola promove “Zero Resíduos” na Música

  • Marca prossegue política de Zero Resíduos
  • Garrafa de vidro retornável substitui latas e plástico nos Festivais de Música de Verão
  • Redução de resíduos atinge 2,5 Toneladas

A Coca-Cola European Partners Portugal (CCEP) prevê evitar 2,5 toneladas de resíduos decorrentes do consumo das suas bebidas nos Festivais de Música de Verão em 2017. A substituição das embalagens de lata e plástico pela icónica garrafa de vidro, retornável, permite reduzir praticamente a zero os resíduos de embalagens. Já no primeiro festival deste ano, NOS Primavera Sound 2017, a CCEP evitou cerca de meia tonelada de resíduos entre Metal, Plástico e Papel.

Desta forma, a marca prossegue a sua política de Zero Resíduos para aterro, na qual aposta fortemente, inclusive na sua unidade portuguesa situada em Azeitão. Dentro do processo produtivo, na Fábrica da CCEP Portugal, a reciclagem de resíduos atingiu em 2016 99,64%, ou seja, é praticamente total.

A Icónica Garrafa de Vidro da Coca-Cola foi redesenhada respeitando os princípios de eco-design. Deste modo garante-se que é utilizada a mínima quantidade de material no seu fabrico (redução 21% peso), levando também a uma redução do consumo de combustível no seu transporte.

A Coca-Cola com este passo continua a aposta em embalagens cada vez mais sustentáveis. Esta nova garrafa pode ser reutilizada cerca de 35 vezes. Após terminar o ciclo de vida, é reciclada e o vidro é utilizado na produção de novo vasilhame, garantindo assim o princípio da economia circular.

A CCEP Portugal participa este ano nos festivais Primavera Sound, EDP Beach Party, Musa, Meo Marés Vivas, Meo Sudoeste, Paredes de Coura, Festival do Forte, Laurus Nobilis, entre outros.

Pub