Estudo quebra gerações de mitos sobre depilação feminina

Author: Share:

Num estudo, desenvolvido pela Procter & Gamble, 85% das mulheres concluíram que na depilação com lâmina, os pelos não crescem de forma diferente. Com o objetivo de desmistificar os mitos de gerações, o estudo mostrou que os pelos das pernas não crescem mais grossos, mais fortes, mais escuros, mais rápido, nem em maior quantidade.

Foram testadas 24 mulheres, durante 84 dias, em que uma das pernas foi depilada com lâmina e a outra ficou por depilar. Durante três meses, as mulheres foram acompanhadas por uma esteticista e uma dermatologista, da Clínica Eurofins, em Aix En Provence, na França, que analisaram densidades, comprimentos, cor e textura.

Segundo a análise feita pelas especialistas, entre o dia 0 e o dia 28, a densidade e o comprimento do pelo eram substancialmente mais baixos na perna cujos pelos foram cortados. A partir do dia 56 já não havia diferenças entre os pelos das pernas. No dia 24 a cor e textura do pelo eram relativamente menores na perna cujos pelos foram cortados, ao passo que a partir do dia 28 essas diferenças já não existiam.

Os mitos

“Os pelos ficam mais grossos!”: Na depilação com lâmina, a sensação que temos quando passamos a mão pela perna é que os pelos são mais grossos. Mas na verdade, tudo tem a ver com o formato do pelo. Ao cortarmos o pelo com a lâmina, a sua extremidade altera-se, ficando direita, dando assim a sensação de ser mais grosso. Mas ao fim de algum tempo, o pelo volta ao seu formato original.

“Os pelos crescem mais rápido!”: O crescimento é sempre igual, faça-se ou não depilação e seja qual for o método a que se recorra. Com a lâmina, ao não cortarmos o pelo pela raiz, o tempo até chegar à superfície é relativamente menor, daí que a ideia seja essa.

As vantagens da depilação com lâmina

Depilação com lâmina é um dos melhores métodos – é eficaz, rápido, seguro, sem dor, económico e fácil. Resultados de um estudo da Venus dizem ainda que, a nível mundial, 74% das mulheres recorrem à lâmina, ao passo que 21% prefere cremes e ceras e apenas 6% usa máquinas depilatórias.

“Mas eu não consigo depilar-me sem me cortar, é uma tortura!”… Na verdade os cortes não têm de ser parte do processo de depilação com lâmina. Há quatro razões comuns que levam a estes cortes, mas há como evitá-los:

  1. Usar máquinas com várias lâminas, para que a pressão sobre a pele esteja dividida entre as lâminas e também para evitar repassagens por causa daqueles pelos que ficaram para trás;
  2. Trocar de lâminas regularmente, pois as antigas tendem a apresentar imprecisões que podem magoar;
  3. Evitar máquinas com cabos lisos: o controlo sobre a máquina é muito importante para escapar aos malfadados cortes;
  4. E por fim, usa um bom gel depilatório, para que toda a área depilada esteja protegida.

Fácil de usar e de transportar, o truque está apenas em escolher uma boa máquina, idealmente com três a cinco lâminas, que permita uma depilação mais lubrificada, controlada e adaptada ao corpo feminino.

Pub

Informação relacionada