A influência das cores na sua alimentação

Author: Share:

Por trás da cor dos alimentos, esconde-se informação sobre aquilo que contribui para a nossa saúde e bem-estar. Graciela Moreira, especialista em nutrição e cozinha da Pronokal Group explica-nos que podemos classificar as frutas e legumes em cinco grupos organizados pela cor: verde, amarelo e laranja, vermelho, roxo e branco. Cada alimento dentro destes grupos contém substâncias concretas com efeitos funcionais e benéficos para a saúde.

VERDE: O verde é a cor mais abundante na natureza. Está presente na alcachofra, acelga, brócolos, espinafres, alfaces, espargos, kiwi, abacate, etc. São alimentos ricos em magnésio, que favorece o relaxamento muscular e diminui a sensação de cansaço; ácido fólico, importante durante a gravidez, para que o bebé cresça adequadamente; luteína, um antioxidante; e fibra e potássio, que melhoram a digestão e previnem a prisão de ventre e doenças cardiovasculares.

AMARELO E LARANJA: As frutas e legumes destas cores ajudam a manter uma pele saudável e a reforçar o nosso sistema imunitário. Neste grupo, encontramos a cenoura, a abóbora, a manga, os cítricos ou o pêssego. Estes alimentos contêm antioxidantes como: beta-caroteno, que nutre e protege a pele; potássio, ácido fólico e vitamina C, um poderoso antioxidante que ajuda na absorção de ferro.

VERMELHO: Este grupo é composto por alimentos como o tomate, o pimento vermelho, o morango ou a framboesa. São uma grande fonte de vitamina C, magnésio e ainda contêm fitoquímicos, que previnem vários tipos de cancro e ajudam a diminuir o risco de doenças do sistema urinário.

ROXO: Os alimentos desta cor combatem o envelhecimento e diminuem o risco de alguns tipos de cancro. A este grupo pertencem alimentos como a beterraba, a beringela, o mirtilo, a ameixa, o figo, a amora ou uva preta. São ricos em antioxidantes e fitoquímicos.

BRANCO: Alho, cebola, alho-francês, pepino, cogumelos, couve-flor, maçã e melão são alguns dos alimentos brancos que contêm fotoquímicos como as antoxantinas ou a inulina. Estes ingredientes naturais estão associados à prevenção de acidentes cardiovasculares e de acidentes vasculares cerebrais.

Apesar destas características diferenciadas, todos os legumes e frutas dispõem de benefícios comuns: são depurativos, têm baixa quantidade de sódio e um alto teor em água, o que favorece a diurese. Para além disso, graças à fibra, ajudam a regular a função intestinal, a glicemia e o colesterol.

Pub

Informação relacionada