5G vem reforçar o controlo dos pacientes sobre a sua saúde, segundo Ericsson

Author: Share:

A Ericsson publicou mais um relatório ConsumerLab designado “From Healthcare to Homecare”. O estudo revela as perspetivas dos consumidores sobre o impacto do 5G no futuro dos cuidados de saúde e o processo de transformação dos cuidados de prevenção, de rotina e pós-operatórios.

O relatório indica que as redes de próxima geração serão determinantes no processo de transformação do setor da saúde, oferecendo maior eficiência nas transmissões num ecossistema de feedback e alertas, mobilidade e baixa latência. As redes tornar-se-ão num veículo para um alargado espetro de aplicações, incluindo a monitorização remota através de wearables preparados para fins médicos, interação virtual entre o médico e os seus doentes e cirurgias remotas através de robótica.

Entre as principais conclusões, destaque para a descentralização dos cuidados de saúde, que alteram o enfoque dos hospitais para as casas dos pacientes. Além disso, a centralização dos dados dos doentes está a aumentar, transformando os hospitais em data centers. O aumento da dependência dos wearables e dos tratamentos remotos torna o 5G essencial para facultar serviços fiáveis e seguros. As crescentes expectativas dos consumidores, o acesso imediato aos dados dos pacientes e o aumento da utilização da internet estão a definir a forma como os players não tradicionais estão a revolucionar o setor dos cuidados de saúde.

Pub

Informação relacionada