Algarve próximo dos 8 milhões de dormidas no 1º semestre de 2017

Author: Share:

O Algarve aproximou-se pela primeira vez dos oito milhões de dormidas no primeiro semestre do ano, revelou o Instituto Nacional de Estatística (INE). Entre janeiro e junho de 2017, os estabelecimentos hoteleiros da região registaram um total de 7,96 milhões de dormidas, cerca de 600 mil pernoitas a mais do que em igual período do ano anterior (+8,1%).

Para esta performance semestral do destino contribuíram tanto as dormidas de turistas estrangeiros (+9,4%, para 6,65 milhões de dormidas), quanto as dos residentes em Portugal (+1,9%, para 1,31 milhões de dormidas).

«No primeiro semestre do ano, todas as regiões apresentaram evoluções positivas [no número de dormidas]. O Algarve captou 41,0% das dormidas de hóspedes vindos do estrangeiro», pode ler-se no «Destaque Atividade Turística» de junho do INE.

No Algarve, a variação sinalizada pelos restantes indicadores no conjunto dos primeiros seis meses do ano é francamente positiva: os hóspedes estão em alta (+3,9%, para cerca de 1,8 milhões de hóspedes) e os proveitos totais registam uma alta acentuada (+17,5%, para mais de 360 milhões de euros).

Os resultados hoje revelados pelo INE merecem o seguinte comentário do presidente da Região de Turismo do Algarve, Desidério Silva: «A hotelaria algarvia está de parabéns, assim como todo o setor turístico regional, que ano após ano tem vindo a alcançar máximos históricos. Os principais indicadores estão a crescer de forma alinhada com o que acontece no país, e no final do ano aspiramos uma vez mais vir a celebrar o melhor ano turístico de sempre para o Algarve e para o turismo português».

Pub

Informação relacionada