Do Brasil para Lisboa, o regresso da Chef Ilda Vinagre

Author: Share:

A Chef Portuguesa, premiada com duas estrelas Michelin e que esteve à frente de dois dos restaurantes mais famosos do Brasil (Bela Sintra e Chiado), regressa a casa para abrir um espaço próprio no Largo do Rato. Na cozinha do S, Ilda Vinagre chefia as caçarolas e o acento está nas receitas tradicionais do Alentejo, de onde trouxe tantas memórias. S de sabor, S de simplicidade, S de Saudade.

No menu, encontramos a receita que sempre carregou por todos os lugares do mundo, “Um resgate das melhores tradições portuguesas e da minha própria saudade”. A autora do livro “Saudade tem gosto” explica que: “A memória é um ingrediente fundamental para quem vive à frente das panelas. Por isso, sempre digo que a saudade tem gosto; e que tem cheiro também! Levei sempre memórias para todos os lugares no mundo onde cozinhei.” Recorde-se que Ilda Vinagre serviu nomes como Ronald Reagan, Bono Vox, Fafá de Belém, Amália Rodrigues, Yoko Ono, Daniela Mercury, Mick Jagger, Taís Araújo, Durão Barroso.

No S vai encontrar novos pratos todos os dias, escritos a giz numa sala distinta. No entanto, não deixe de conhecer a carta pensada pela Chef Ilda Vinagre e que comporta à memória os paladares de todas as suas vivências. Assim, com tradição e sentimento.

Inicie com um gaspacho, uma brucheta à Ilda Vinagre, uma frigideira de polvo ou umas empadinhas de perdiz. Continue a sua viagem às memórias da Ilda entre opções como um camarão à Bela Sintra com arroz de amendôa, um ‘Bacalhau Nunca Chega’ (bacalhau à brás com presunto), um Bacalhau da Ilda (com um crocante de amêndoa, espinafres, tomate e canela) um Arroz de Pato à Brasileira, uma Charlotte de Aves com Ervilhas Salteadas ou um Atum braseado com batatas a murro. Complemente com uma tábua de queijos ou uns ovos com espargos. E o final não seria o mesmo sem os sabores adocicados da sericaia com ameixa em calda, do Pudim de queijo com mel e Nozes ou do biscuit de figo.

Pub

Informação relacionada