Windows Movie Maker falso espalha-se graças a alto posicionamento em motores de busca

Author: Share:

Uma versão modificada do Windows Movie Maker, cujo objetivo é extrair dinheiro de utilizadores menos atentos, tem sido distribuída com um sucesso surpreendente nos últimos tempos. Este esquema, que já não é novidade, foi impulsionado recentemente graças à otimização para motores de busca do website dos impostores, bem como à procura continuada do verdadeiro Windows Movie Maker, o software gratuito de edição de vídeo da Microsoft que foi descontinuado em janeiro deste ano.

O website que está a espalhar o software modificado, ‘windows-movie-maker.org’, é um dos primeiros resultados que se obtém quando se procura “Movie Maker” ou “Windows Movie Maker” tanto no Google, o motor de busca mais usado do mundo, como no Bing, o segundo motor de busca mais usado do mundo.
Os produtos de segurança da ESET detetam o esquema como Win32/Hoax.MovieMaker e bloqueiam o website que o distribui. A ESET já alertou tanto a Google como a Microsoft sobre a natureza fraudulenta do website, que foi registado em 2010.

Como consequência do alto posicionamento do website nos motores de busca, os impostores por detrás do esquema conseguiram chegar a uma audiência global. A versão modificada do Windows Movie Maker foi apontada como uma das ameaças mais prevalentes dos últimos dias pela telemetria da ESET, com deteções registadas em Israel, Filipinas, Finlândia e Dinamarca.

Como o esquema funciona

Quando os utilizadores instalam o software distribuído pelo website fraudulento, deparam-se com um Windows Movie Maker aparentemente funcional. No entanto, ao contrário do Windows Movie Maker oficial e gratuito da Microsoft, esta versão apresenta-se como uma versão de teste que precisa de ser atualizada para a versão completa de forma a oferecer todas as funcionalidades.

O software solicita repetidamente ao utilizador que compre a versão completa, primeiro quando o programa é iniciado, e mais tarde quando o utilizador tenta gravar um novo documento. Neste segundo caso, o utilizador é impedido de continuar, dando a entender que gravar um documento é uma funcionalidade paga. O preço para a atualização falsa é de 29,95 dólares, uma quantia apresentada como tendo 25% de desconto no website dos impostores.

Como se proteger do esquema

Se já instalou o Windows Movie Maker modificado, desinstale-o e execute uma análise ao seu sistema utilizando uma boa solução anti-malware.
Para evitar ser vítima de esquemas semelhantes, utilize sempre fontes oficiais para obter software. Se precisar mesmo de um programa que foi descontinuado pelo criador original, certifique-se que usa uma solução de segurança fiável para detetar e bloquear conteúdo malicioso, considere usar o substituto oficial do software descontinuado (neste caso, o Windows Story Remix) e não pague por software gratuito que não apresente explicitamente informação sobre eventuais custos.

Pub

Informação relacionada