Grande Prémio de Relojoaria 2017 elege Junkers o melhor “Relógio do Quotidiano”

O relógio Junkers Eisvogel F13 acaba de ser eleito pelo júri independente do Grande Prémio de Relojoaria como o melhor “Relógio de Quotidiano”.

A categoria “Relógio do Quotidiano”, para a qual o Junkers Eisvogel F13 tinha sido um dos três nomeados, destina-se a relógios mecânicos com preço abaixo dos 1000 euros e que sejam encarados como peças destinadas a serem usada no dia-a-dia – fiáveis e práticas.

Jorge Pinheiro, diretor-geral da Sociedade de Relojoaria Independente (SRI), que representa a marca alemã em Portugal, disse a propósito que “esta distinção é tanto mais importante quanto representa da melhor forma os valores da Junkers, que sempre teve como objetivo principal trazer para o grande público relógios acessíveis mas de grande qualidade.”

O modelo apresentado a concurso foi o Junkers Eisvogel F13 6704-1, uma máquina com mostrador de pequenos segundos na posição das 9h00 e data às 6h00 baseada num movimento automático suíço Sellita SW 290 com 31 rubis. A caixa, com 40mm de diâmetro e apenas 11 mm de espessura, possui fundo em vidro e mostrador com vidro de safira.

O PVP sugerido deste modelo é de 779€ e, tal como todos os Junkers vendidos em Portugal através da rede de agentes oficiais da SRI, possui garantia vitalícia. A gama Eisvogel F13 está também disponível com movimentos de quartzo a partir de 259€.

Mafalda Baena (Anuário Relógios & Canetas) entrega o prémio a Jorge Pinheiro, CEO da SRI
Pub