Herdade das Servas lança nova colheita do “Syrah/Touriga Nacional”

Author: Share:

O bicasta foi já premiado a nível nacional no “V Concurso de Vinhos Engarrafados Alentejanos” (1.º lugar nos tintos) e a nível internacional, com medalha de prata, na 18.ª edição do concurso “Sélections Mondiales des Vins 2011”, em Quebec, no Canadá.

Foi na adega e cave da Herdade das Servas, em Estremoz, que a família Serrano Mira – uma das mais antigas na produção de vinho alentejano – preparou mais um dos seus néctares, o “Herdade das Servas Tinto Syrah | Touriga Nacional 2008”.

Esta é a segunda edição (a primeira remonta à colheita de 2005) de um tinto que, como o nome indica, resulta do blend de duas das mais importantes castas a nível mundial: 70% de Syrah e 30% de Touriga Nacional. O estágio foi feito, em separado, durante 12 meses em barricas novas de carvalho francês allier extra fino (70%) e americano (30%). Depois do lote feito, seguiu-se um estágio de doze meses em garrafa.

Com aromas florais integrados com notas de frutos vermelhos bem maduros e algumas notas de especiarias e menta, é um tinto com tonalidade violeta escuro, concentração média/alta e 14,5% de grau alcoólico. No palato tem um sabor intenso, complexo e aveludado, num conjunto bastante elegante, com taninos robustos e redondos que lhe garantem uma boa longevidade (evolução positiva durante 8 a 10 anos, conservado em local fresco/escuro e garrafa deitada).

Com um PVP a rondar os € 15,00 é um vinho ideal para harmonizar com carnes vermelhas, caça, queijos intensos e enchidos. Recomenda-se que seja aberto uma hora antes de consumido e que seja servido a uma temperatura de 16-18.º C.

Leia também:
Herdade das Servas – colheitas 2010