Home | Saúde e Beleza | Clínicas e Hospitais | Lisboa Medical Center aposta na qualidade e no preço acessível

Lisboa Medical Center aposta na qualidade e no preço acessível

Lisboa Medical Center, no centro da capital portuguesa, iniciou a actividade com a gestão da clínica de exames de Diagnóstico de Imagem Radiomédica, mas hoje, aposta em ser competitiva com os hospitais públicos para que os utentes tenham acesso a consultas de especialidade e a exames complementares de diagnósticos a preços inferiores ao SNS. A política de acordos e parcerias da Lisboa Medical Center é de constante dinamização e procura de novos parceiros, diz André Frazão, Administrador da Lisboa Medical Center e da Radiomédica em entrevista.

1 – A Lisboa Medical Center surge em 2010, num momento onde a crise instalada é generalizada. Que motivação tiveram para criar e desenvolver este projecto?

Aquilo que realmente nos move é uma forte motivação social e sentido de responsabilidade para com os nossos utentes. Trabalhamos diariamente, contribuindo para um acesso de um universo cada vez maior de utentes a serviços de excelência de saúde privados.

Tendo iniciado a nossa actividade com a gestão da Radiomédica, clínica de Exames de Diagnóstico por Imagem, pudemos identificar e avaliar as necessidades prementes dos nossos utentes. Com essa avaliação e a constatação da falta de humanização nos cuidados de saúde, surge o desejo de diversificar a nossa actividade e promover uma maior oferta aos nossos utentes, aumentando assim as opções relativas aos serviços que prestamos.

Assim, e apesar de ser incontornável o momento de crise que atravessamos enquanto nação, a nossa identidade e os nossos valores não podem ser comprometidos. O papel dos prestadores na área da saúde ganha assim, uma nova dimensão e uma reforçada importância no bem-estar das pessoas.

É essencial, neste momento, poder oferecer aos nossos utentes o melhor serviço possível, e ser sensível ao contexto e necessidades individuais, centrando a nossa política nas carências reais das pessoas que procuram os serviços de saúde. A Lisboa Medical Center é por isso fruto da vontade de oferecer serviços de qualidade, humanizados e personalizados, sendo por isso uma referência na prestação de cuidados de saúde da actualidade.

2 – Actualmente a Lisboa Medical Center tem diversos acordos com sistemas e seguros de saúde. Está no horizonte alargar as parcerias e os acordos a outros campos?

Sim, a política de acordos e parcerias da Lisboa Medical Center é de constante dinamização e procura de novos parceiros. Acreditamos que a partilha de recursos e a criação de condições especiais de acessibilidade traduzem-se em sinergias positivas e consequentemente numa relação win-win, onde todos os intervenientes retiram algo de positivo, sendo os utentes os que mais beneficiam.

Para ilustrar esta situação posso dizer que recentemente celebrámos protocolos com a Cáritas, com o sector dos transportes e com os funcionários públicos. Para além disso estão ainda em desenvolvimento algumas parcerias que consideramos inovadoras no ramo da saúde.

Como somos convencionados também com o Serviço Nacional de Saúde, e porque estamos atentos ao mercado, nomeadamente em relação ao custo do utente no acesso ao SNS assim como a outros subsistemas do estado, apostámos em ser competitivos com os hospitais públicos de forma a que os nossos utentes tenham acesso a consultas de especialidade e a exames complementares de diagnósticos a preços inferiores ao SNS.

3 – Na sua opinião, o que diferencia a Lisboa Medical Center das outras clínicas?

Vários factores diferenciam a Lisboa Medical Center das restantes clínicas. Estamos muito bem localizados, no centro da cidade, em plena Avenida da Liberdade, tornando a acessibilidade extremamente fácil.

No entanto, aquilo que realmente nos distingue é o valor humano. As pessoas que constituem a equipa da Lisboa Medical Center são a razão pela qual podemos afirmar que nos posicionamos como uma das melhores unidades de saúde da cidade.

Dispomos de um quadro médico alargado com praticamente todas as especialidades, tendo feito uma forte aposta nas especialidades de Ginecologia/Obstetrícia e Gastrenterologia, com investimentos elevados que se traduziram numa procura muito positiva por parte dos nossos utentes.

Todos os nossos médicos para além de se destacarem nas suas áreas, pela qualidade e excelência, são pessoas disponíveis e que de acordo com a estratégia seguida pela Administração da Lisboa Medical Center acordaram seguir uma prática de preços mais acessíveis aos utentes particulares e convencionados.

Dispomos, para além dos preços competitivos, algumas particularidades que retratam a nossa vontade de inovar e de ir ao encontro das necessidades dos nossos utentes. Possuímos um plano de check-up completamente personalizado, e dispomos de especialidades médicas ímpares, como é o caso da Medicina Preventiva.

A proximidade da nossa clínica de Radiologia permite ainda uma oferta integrada em que a comodidade do utente é preservada, sendo possível realizar uma consulta e os meios complementares de diagnóstico no mesmo dia, de forma a que o utente não se tem de preocupar com a marcação da consulta/exame nem com o levantamento de resultados.

Em tom de resumo, aquilo que nos distingue é o contributo que damos para o bem-estar das pessoas através das sinergias que criamos, das condições de acessibilidade física e económica que proporcionamos e da inequívoca qualidade que nos é inerente.

4 – Apesar do leque de especialidades ser já bastante alargado, estão a pensar abrir mais?

Sim, podemos dizer que faz parte da nossa estratégia futura, a dinamização de mais especialidades médicas e de ofertas inovadoras que representem um maior leque de oportunidades para os nossos utentes.

5 – O que pensa do actual momento do sector?

Sentimos as dificuldades das pessoas, e nestes casos, muitas vezes o papel do médico é quase de “ombro amigo”, servindo não só de guia na resolução clínica dos problemas, mas também é muitas vezes confidente de outros problemas ou dificuldades pessoais que os utentes “transportam” consigo.

O país está num estado em que o acesso à Saúde Pública implica muitas vezes esperas demasiado longas que se podem traduzir num agravamento considerável do estado de saúde das pessoas, podendo ter repercussões gravíssimas e irreversíveis.

Todos os dias assistimos e somos confrontados nas nossas clínicas com as consequências dos fortes cortes que o sector da saúde sofreu.

6 – É sabido que dentro do sector existem muitas clínicas a fechar diariamente, devido à falta de procura e dificuldades financeiras. Como é que a Lisboa Medical Center contornou e está a contornar essas dificuldades?

Felizmente não sentimos essa dificuldade de perto. A nossa aposta na qualidade dos serviços, e no preço acessível é reconhecida pelos nossos utentes, pelo que continuamos a ter uma procura elevada que muito nos orgulha.

No entanto, esta situação é fruto de muito trabalho e dedicação, e da motivação de que falámos no início desta entrevista. Acreditámos que reunindo uma equipa com os melhores médicos, que se envolvessem e dedicassem a este projecto poderíamos construir uma clínica de excelência, e no final, a satisfação dos nossos utentes foi a melhor prova de que estávamos certos.

A nossa aposta em serviços diferenciados, nomeadamente na área da imagiologia, também é algo que nos permite oferecer aos nossos utentes serviços que não encontram noutras unidades de saúde.

Exemplo disso é a nossa clínica de Radiologia – Radiomédica. Nesta área desenvolvemos protocolos muito importantes com clínicas de Medicina Dentária explorando as potencialidades do TAC dentário. Possuímos ainda uma Ressonância Magnética Aberta, única em Lisboa, que nos permite receber utentes com problemas de claustrofobia e realizamos ainda uma técnica de ecografia que permite medir a idade vascular de cada um, comparando-a com a idade cronológica.

Portanto, podemos afirmar que contornamos as dificuldades mantendo-nos fiéis a nós próprios e nunca esquecendo que a nossa grande motivação é o bem-estar daqueles que nos procuram, evitando sempre olhar para esta actividade como um puro “negócio” de números.

saiba mais sobre:

 

 

 

Check Also

Dior celebra as festas com propostas para um visual arrojado

Dedicada às festividades de final de ano, a paleta 5 Couleurs Happy 2020 da Dior …