Dark Sky Alqueva ganha segundo lugar no prémio Ulysses 2014 da OMT

A reserva Dark Sky Alqueva conquistou o segundo lugar do Prémio Ulysses atribuído pela Organização Mundial do Turismo, na categoria de Inovação para Organizações não-Governamentais, vencido pelo projecto “Da Caridade ao Empreendorismo Social”, da Borneo Ecotourism Solutions and Technologies (BEST) Society da Malásia.

O prémio foi entregue durante a Feira Internacional de Turismo – FITUR, em Madrid na presença do Secretário de Estado do Turismo, Adolfo Mesquita Nunes, que em conjunto com o Turismo de Portugal, apadrinharam a candidatura ao prémio com o apoio institucional, diz uma informação do programa Dark Sky Alqueva.

Além deste reconhecimento, o Dark Sky Alqueva, que em 2012 foi reconhecida como a primeira Reserva do Mundo a obter a Certificação Starlight Tourism Destination atribuída pela Unesco e pela Organização Mundial do Turismo (OMT), foi considerado recentemente pela Comissão Europeia como “caso de inovação e boas práticas, segundo o documento “Reforçar a competitividade do turismo na EU – uma abordagem para o estabelecimento de 20 casos de inovação e de boas práticas”, além de ter sido considerado pela revista National Geographic, como uma das atracções do Alentejo a visitar em 2014”.


Pub

Além do galardão na categoria de Inovação para Organizações não-Governamentais, os prémios Ulysses distinguem projectos em mais três categorias.

O Prémio Ulysses para a Inovação nas Políticas Públicas e de Governo cujo vencedor foi o Projecto para o Turismo Responsável em Kumarakom, do departamento do Turismo, Governo de Kerala na Índia; o Prémio Ulysses para a Inovação em Empresas, vencido pela Arromanches 1944, de Biplan em França, e o Prémio Ulysses para a Inovação em Pesquisa e Tecnologia, ganho pela 3D AR Visual Portal, da DSP Studio & Momentum Studio da Croácia.

Os prémios Ulysses, que vai na sua 10ª edição, realizam-se anualmente, sendo entregues durante a realização da FITUR em Madrid.

Artigos relacionados