13 °C Lisbon, PT
2018-01-17

Barros com três vinhos na lista dos Melhores do Ano da Revista de Vinhos

Barros Porto 100º Aniversário, Barros Porto Colheita 1938 e Barros Porto Colheita 1950 Tawny integram a lista dos “Melhores do Ano” em vinho do Porto, da Revista de Vinhos. O elegante Burmester DOC Douro Branco 2012 recebeu o selo de “Boa Compra de 2013”.

O anúncio foi feito durante a 17ª gala da Revista de Vinhos, evento, já conhecido como “os óscares do vinho em Portugal”, e que reconhece o que de melhor se faz no setor vitivinícola.

No ano em que celebrou o centésimo aniversário, a Barros é mais uma vez reconhecida pelo selo de excelência da sua casa, com três vinhos do Porto distinguidos pela Revista de Vinhos.

A requintada e limitada edição Barros Porto 100º Aniversário resulta de um blend das melhores colheitas de cada década da sua história. Com um perfil que exprime uma jovialidade emocionante, combina na perfeição vinhos muito antigos com uma média de 65 anos, que envelheceram ao longo de décadas em pequenos cascos de carvalho. Um vinho cativante que exprime o talento e a arte da centenária casa de vinho do Porto.

Da colheita que marcou o início da segunda metade do século, Barros Porto Colheita 1950, de cor dourada, é rico e elegante no olfato, combinando aromas de frutos secos com notas de madeira. Macio e sedoso no paladar, transmite uma sensação de profundidade, num estilo de elegância e distinção, terminando de forma perfeita e arrebatadora.

O Barros Porto Colheita 1938, com intensos tons âmbar, revela um elegante e sofisticado bouquet de frutos secos. Um vinho de elevada qualidade, proveniente de uma só colheita. Estagiou em madeira durante períodos variáveis nunca inferiores a 7 anos, que concedeu um perfil cremoso e aveludado no paladar, com uma agradável frescura e acertado equilíbrio sugere um final longo e duradouro.

Na seleção das melhores compras do ano, destaque para o Burmester DOC Douro 2012, um vinho exuberante e intenso no aroma, dominado pelas notas elegantes cítricas, leve floral, fruta amarela e branca fresca. Um conjunto complexo mas equilibradamente subtil. Muito envolvente na prova de boca, cheio de fruto e delicadeza.

Pub

%d bloggers like this: